A Apple enviou para a Comissão de Títulos e Câmbio dos Estados Unidos (U.S. Securities and Exchange Commission) um novo documento sobre o fornecimento de minerais usados na produção de seus gadgets, no qual a empresa detalha seus esforços para obter os chamados minerais de conflito (estanho, tântalo, tungstênio e ouro, ou 3TG) da maneira mais responsável possível.

Publicidade

Nesse sentido, a Apple (como outras empresas americanas) precisa estar em conformidade com a legislação dos EUA sobre o fornecimento desses produtos — a Maçã, especificamente, deseja cortar o uso de minerais de conflito da sua cadeia de suprimentos, uma vez que as mineradoras responsáveis por essas atividades geralmente estão por trás de conflitos armados em diversos países da África.

No início do ano passado, a gigante de Cupertino tinha 323 contratos com fundições e refinarias, porém 36 delas foram cortadas dos negócios da Maçã por fornecerem relatórios incorretos sobre suas atividades. Até o fim de 2019, outras 18 mineradoras foram removidas da lista de fornecedores da Apple por não atenderem aos padrões predefinidos, incluindo participação em auditorias, violando o código de conduta da empresa.

Por fim, outras duas refinarias também encerraram seus contratos com a Apple por motivos não-especificados, fazendo com que o número de fornecedoras ativas ficasse em 267.

Publicidade
Contratos com mineradoras

Os membros da cadeia de suprimentos da Apple devem seguir o Código de Conduta de Fornecedores e o Padrão de Responsabilidade do Fornecedor no Fornecimento Responsável de Materiais, os quais determinam que a empresa “se envolva com mineradoras e refinarias para avaliar e identificar uma ampla gama de riscos além de conflitos, inclusive sociais, ambientais e riscos de direitos humanos”.

Além disso, a Apple trabalha em conjunto com a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) a fim de auxiliar no desenvolvimento de padrões do setor de mineração sobre fornecimento responsável, promovendo inspeções no locais de trabalho por meio de vários programas independentes.

via AppleInsider

Publicidade
Taggeado:

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…