Apple perde nova etapa na briga com a VirnetX; caso se estende desde 2010

Briga

Se tem uma disputa que a Apple se dá mal, é contra a VirnetX. Nesta semana, a Maçã amargurou mais uma derrota nessa briga quase bilionária, como informou a Bloomberg.

Publicidade

O Tribunal de Apelações dos Estados Unidos rejeitou o pedido da Apple de reconsiderar uma decisão de novembro, a qual confirmou que a empresa violava duas patentes da VirnetX — a Apple queria invalidar tais inventos.

A disputa entre as empresas começou em 2010, quando VirnetX acusou a Apple de infringir suas patentes com no recurso de VPN1, mas já se desenrolou em duas frentes.

Nesse caso específico (o da derrota nesta semana), a VirnetX ficou de receber US$502,6 milhões (decisão de abril de 2018), depois que um tribunal concluiu que os recursos FaceTime, iMessage e VPN2 violavam quatro patentes da VirnetX.

O tribunal de apelações, contudo, reexaminou a decisão e determinou que a Apple havia infringido não quatro, mas duas patentes, e que esse valor deveria ser revisado. O caso foi enviado de volta a um tribunal inferior para determinar se tudo seria recalculado ou se haveria a necessidade de um novo julgamento.

Publicidade

Com a decisão de manter a violação das duas patentes por parte da Apple, agora só lhe resta esperar para que os novos danos sejam calculados.

No outro caso, a Apple foi condenada a pagar US$440 milhões à VirnetX por infrações semelhantes. A Apple já recorreu inúmeras vezes, mas o tribunal de apelações decidiu a favor da VirnetX e a Maçã terá que pagar tal montante.

via MacRumors

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…