Ainda que o mal-estar entre a Apple e a União Europeia — sobre a dívida fiscal da empresa na Irlanda — não tenha sido resolvido, a gigante de Cupertino deu sinal de que pretende começar a resolver algumas pendências no país, a começar pelo detalhamento das suas contas.

Publicidade

Nesse sentido, uma nova reportagem do The Irish Times mostra que a Maçã será um pouco mais transparente quanto às suas finanças a partir de agora.

De acordo com a publicação, a Apple alterou o status operacional no país de “ilimitado” para “limitado” a fim de registrar suas contas fiscais completas, o que significa que a empresa terá que informar suas contas anuais de forma precisa (somente em relação às operações irlandesas), facilitando o cálculo do pagamento de impostos na taxa correta. Não se sabe, porém, se a Apple foi solicitada a fazer essa alteração ou se tomou a iniciativa por conta própria.

As seis principais instituições da Apple na Irlanda começaram a se registrar novamente no Escritório de Registro de Empresas como sociedades limitadas, renunciando ao status ilimitado. Os registros da empresa nessa semana sugerem que a mudança está em andamento na Apple Operations Europe, Apple Sales Ireland, Apple Sales International, Apple Distribution International, Apple Operations e Apple Data Services Ireland.

Como dissemos, isso acontece quase quatro anos após a UE decidir que o acordo fiscal entre a Apple e a Irlanda era ilegal, ordenando que a empresa pagasse 13 bilhões de euros em impostos atrasados; como informamos, tanto a empresa quanto o governo irlandês apelaram da decisão, mas isso ainda não foi resolvido.

Publicidade

Mais recentemente, o CEO1 da Apple, Tim Cook, clamou por uma reforma tributária, porém as notícias de hoje também provam que isso (ainda?) não foi atendido.

via 9to5Mac

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…