Pasme: Macs ultrapassam PCs em número de ameaças por malwares Mas a coisa não é tão ruim quanto parece

No fim do ano passado, comentamos uma pesquisa desenvolvida pela Malwarebytes Labs (desenvolvedora do antivírus Malwarebytes) que apontava para um aumento no número de ameaças para Macs. Agora, confirmando essa suposição, a empresa divulgou [PDF] que, de fato, o número de malwares para macOS cresceu — ultrapassando até mesmo aqueles que acometem o Windows.

Mais precisamente, a Malwarebytes detectou 11 ameaças por Mac (instalado com o Malwarebytes)— um número bem maior do que a média de 5,8 ameaças no Windows e cerca de 400% maior do que os dados de 2018. De acordo com a empresa, no entanto, parte desse aumento pode ser atribuído ao crescimento da base de clientes do antivírus Malwarebytes para Mac, entre outros.

Número de ameaças por malwares

O maior número de ameaças está relacionado aos chamados adwares, que nada mais são do que softwares os quais exibem uma grande quantidade de anúncios sem a permissão do usuário. Especificamente, esse tipo de ameaça foi o mais agressivo em três plataformas: macOS, Windows e Android — sendo que, no sistema da Microsoft, foram 24 milhões detecções de adwares e, no da Apple, 30 milhões.

Com o aumento da participação de Macs no mercado em 2019, eles se tornaram alvos mais atraentes para os cibercriminosos. Além disso, os sistemas de segurança integrados do macOS não reprimiram os adwares e PUPs1 na mesma proporção em que os malwares, deixando a “porta” aberta para a infiltração desses softwares maliciosos limítrofes.

Vale lembrar, no entanto, que a *maioria* das ameaças para Mac não é tão perigosa quanto algumas vistas em PCs. Os PUPs (segunda maior ameaça contra Macs), por exemplo, são responsáveis por instalar apps de “limpeza” como MacKeeper, MacBooster, etc. Por outro lado, malwares como Wirenet e Mokes utilizam uma técnica diferente a fim de induzir o usuário a baixar e abrir algo que não deveria.

Sendo assim, a Malwarebytes destaca que os adwares e PUPs estão se tornando um incômodo cada vez mais perceptível para os donos de Macs em geral, alertando-os (novamente) para o fato de que os Macs não são totalmente imunes a malwares.

via Softpedia

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários