Xiaomi lança os aguardados Mi 10 e Mi 10 Pro; câmera do Pro é eleita a melhor em um smartphone

Esta foi uma semana de muitas novidades no mundo dos flagships Android, ou seja, daqueles aparelhos que concorrem diretamente com iPhones. Há alguns dias, falamos dos lançamentos da Samsung (Galaxy Z Flip, S20, S20+ e S20 Ultra). Agora chegou a vez dos novos queridinhos da Xiaomi: o Mi 10 e o Mi 10 Pro, os quais foram lançados em um evento online pela empresa chinesa — por conta do surto do Coronavírus.

As especificações técnicas dos aparelhos impressionam. A série é equipada com uma tela OLED curva de 6,67 polegadas (2340×1080 pixels), quatro câmeras na parte traseira, chip Qualcomm Snapdragon 865, 8GB ou 12GB de RAM1 (LPDDR5) e opções de 128GB, 256GB e 512GB de armazenamento interno.

Xiaomi Mi 10 e Mi 10 Pro

Falando da tela em si, ela conta com uma taxa de atualização de 90Hz mas com resposta ao toque de 180Hz, para melhorar o desempenho. O brilho máximo no Mi 10 é de 1.120 nits e o display também conta com suporte a HDR10+. No caso do Mi 10 Pro, o brilho máximo é de 1.200 nits; além disso, alguns fatores de avaliação técnica do display do Pro (Delta-E e JNCD) são inclusive melhores que os da tela do iPhone 11 Pro Max.

Xiaomi Mi 10 e Mi 10 Pro

Eis o conjunto de câmeras do Mi 10: uma grande angular de 108MP, construída com 7 peças e capacidade de gravar vídeos 8K (com direito a estabilização óptica de imagem). Essa câmera principal fica entre dois sensores de 2MP, sendo um usado para imagens macro e o outro para detecção de profundidade. Em seguida, fora do módulo, temos uma ultra-angular de 13MP (123 graus), além do flash LED com dois tons.

Xiaomi Mi 10 e Mi 10 Pro

As câmeras do Mi 10 Pro vão além: a grande angular também tem 108MP, mas conta com uma configuração de lente de 8 peças. Abaixo dela temos uma outra ultra-angular de 20MP (117 graus) e uma configuração de lente de 6 peças, seguida por uma teleobjetiva de 8MP com zoom híbrido 10x e estabilização óptica de imagem; depois, uma de 12MP específica para retratos (com efeito bokeh).

A câmera frontal dos dois aparelhos é de 20MP, e ambos contam com sensor de impressões digitais no display e um reconhecimento facial com base em software.

A bateria do Mi 10 é de 4.780mAh, com direito a carregamento rápido com/sem fio de 30W — já o carregamento reverso é de 10W. O dispositivo tem um sistema de refrigeração com a maior placa de dissipação de calor por área ja colocada em um smartphone, segundo a Xiaomi.

Xiaomi Mi 10 e Mi 10 Pro

Ainda assim — não me pergunte o motivo —, eles lançaram, entre outros acessórios, um ventilador horrível para o Mi 10 que, segundo a empresa, pode reduzir a temperatura do dispositivo em 10 graus. 🤷🏻‍♂️

Por incrível que pareça, a bateria do Mi 10 Pro é menor, de 4.500mAh; por outro lado, o carregamento rápido com fio é de 50W, enquanto que o sem fio fica nos mesmos 30W e o reverso, em 10W.

Em termos de conectividade, ambos incluem uma porta USB-C, suporte a redes 5G de modo duplo (SA/NSA), Wi-Fi 6, NFC e Bluetooth 5.0.

Xiaomi Mi 10 e Mi 10 Pro

O preços ficaram assim:

  • Mi 10 com 8GB de RAM e 128GB de espaço: CNY4.000 (~R$2.480)
  • Mi 10 com 8GB de RAM e 256GB de espaço: CNY4.300 (~R$2.665)
  • Mi 10 com 12GB de RAM e 256GB de espaço: CNY4.700 (~R$2.850)
  • Mi 10 Pro com 8GB de RAM e 256GB de espaço: CNY5.000 (~R$3.100)
  • Mi 10 Pro com 12GB de RAM e 256GB de espaço: CNY5.500 (~R$3.410)
  • Mi 10 Pro com 12GB de RAM e 512GB de espaço: CNY6.000 (~R$3.720)

As cores do Mi 10 são azul gelo, titânio prateado preto e ouro pêssego; já as do Mi 10 Pro são azul estrelado e branco pérola.

DXOMARK

Vale notar que o aparelho mal foi apresentado e já desbancou o Huawei Mate 30 Pro 5G no ranking DXOMARK, que classifica as melhores câmeras de smartphones do mercado (com 124 pontos).

A avaliação do áudio dele também superou a de todos os outros aparelhos, com 76 pontos.

via XDA-Developers

Posts relacionados

Comentários