Duas lojas da Apple têm US$25 mil em produtos roubados em menos de 24 horas A onda de "roubos-relâmpago" continua

Apple Mayfair
Apple Mayfair

E os casos de “roubos-relâmpago” a lojas da Apple ao redor dos Estados Unidos continuam acontecendo, lamentavelmente. Desta vez, os bandidos fizeram uma operação especial: não foi apenas uma, mas duas lojas saqueadas num intervalo de meia-hora.

Os casos ocorreram no estado do Wisconsin — mais precisamente, na Apple Bayshore (em Glendale) e na Apple Mayfair (em Wauwatosa) — na tarde do dia 30 de janeiro. Na primeira loja, os bandidos levaram 17 Apple Watches, 14 Magic Trackpads e 1 Apple Pencil, totalizando US$10.959; na segunda, o roubo foi de 8 Watches, 9 Pencils e 5 Trackpads, num total de US$6.072.

O método dos furtos foi o mesmo em ambas as lojas: os bandidos simplesmente entraram nos locais e rapidamente começaram a colocar os itens nos bolsos dos seus casacos, fugindo rapidamente. Como bem se sabe, os produtos nas lojas da Apple são expostos com pouca ou nenhuma segurança, para que os consumidores tenham maior liberdade na experiência de varejo — porém, ao mesmo tempo, acaba potencializando furtos desse tipo.

Vale notar que, no dia seguinte aos roubos, a Apple Mayfair foi saqueada novamente: desta vez, um homem e uma mulher (aparentemente, sem associação com os casos anteriores) furtaram 8 iPhones em exposição, fugindo imediatamente depois.

No total, o valor dos bens roubados em todos os crimes foi de US$25.422 (aproximadamente R$111 mil). As polícias dos respectivos municípios estão investigando os casos, mas nenhum suspeito foi preso até o momento. Que desagradável…

via Cult of Mac

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários