Pesquisa mostra que desenvolvedores aprovam Swift, mas não querem trabalhar com macOS e tvOS A maior pesquisa do tipo já feita no mundo Apple

Um ecossistema digital saudável precisa de uma série de fatores para perseverar. Entre eles, um dos mais importantes é ter uma comunidade de desenvolvedores satisfeita e interessada em manter o trabalho num bom nível. Pois, recentemente, o desenvolvedor do iOS Dave Verwer publicou os resultados de uma pesquisa feita entre seus colegas — a maior do tipo já feita para o universo da Maçã, com mais de 2.000 respostas.

Verwer decidiu fazer perguntas em uma série de aspectos, envolvendo o interesse pelo desenvolvimento nas diversas plataformas da Maçã, as ferramentas oferecidas pela empresa nesse trabalho e a própria carreira dos desenvolvedores. Abaixo, destacamos algumas das respostas mais interessantes — como o fato de que a média de satisfação dos desenvolvedores com o ambiente de desenvolvimento da Apple está, atualmente, em 74%.

Pesquisa de satisfação e interesse com desenvolvedores do mundo Apple

Além disso, é bom notar que a transição da Objective-C para a Swift está ocorrendo de vento em popa: na média, os desenvolvedores afirmaram que 80% dos seus trabalhos têm sido escritos na nova linguagem de programação da Apple, enquanto 89% dos seus projetos pessoais já estão sendo desenvolvidos com a Swift. Na média, o índice de satisfação da linguagem entre os desenvolvedores é de 83%, e boa parte dos desenvolvedores afirmam que ela está se tornando mais capaz conforme vai evoluindo.

Pesquisa de satisfação e interesse com desenvolvedores do mundo Apple

Se a Swift vai muito bem, obrigado, o mesmo não dá para dizer do interesse dos devs em relação a algumas plataformas da Maçã. Num ponto de vista dos negócios, o interesse médio dos desenvolvedores em criar aplicações para o macOS está em apenas 30% — mais da metade dos participantes classificaram essa interesse com a nota 1, a mais baixa possível, e só 5,8% deram nota 10, a mais alta.

No tvOS, a situação é parecida, com uma média de interesse nos 23%. O watchOS se deu um pouco melhor: em termos de negócios, a média de interesse em desenvolver para a plataforma é de 30%, e do ponto de vista pessoal, esse índice sobe para 49%. Obviamente, o iOS ainda é a menina dos olhos da comunidade, com interesse na casa dos 85%.

Pesquisa de satisfação e interesse com desenvolvedores do mundo Apple

Em termos de modelo de negócios, 40% dos participantes afirmaram que seus apps são completamente gratuitos, enquanto 13,4% afirmaram que ganham dinheiro com assinaturas que expandem a funcionalidade dos aplicativos. 10% ainda adotam o modelo de compra avulsa de apps.

Também é possível notar que os desenvolvedores consideram a atual taxa da App Store acima do ideal: mais de um quarto dos participantes respondeu que, na opinião deles, uma taxa razoável seria entre 11% e 15% da receita. Atualmente, a Apple cobra 30% da receita dos desenvolvedores gerada na loja — embora esse número caia para 15% no caso da receita proveniente de assinaturas mais antigas.

Pesquisa de satisfação e interesse com desenvolvedores do mundo Apple

Outros dados importantes: entre os desenvolvedores pesquisados, a imensa maioria são homens (94%), brancos (85,3%); 41% deles têm entre 30 e 39 anos. Ou seja, ao menos na amostra entrevistada, diversidade não parece ser o forte da comunidade de devs da App Store — vamos ver o que a Apple acha disso.

A pesquisa completa, com várias outras perguntas e dados completos de respostas, pode ser conferida no seu site oficial.

via 9to5Mac

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários