Tim Cook permite que empregados da Apple trabalhem de casa esta semana

Em complemento a uma recomendação feita no fim da última semana, inicialmente para empregados de Cupertino e Seattle, Tim Cook enviou hoje um comunicado global ao seu staff oferecendo a possibilidade de trabalharem remotamente durante toda esta semana.

A medida, obviamente, visa conter a disseminação do Coronavírus (COVID-19) e também tranquilizar os empregados que estejam receosos com relação à questão — noticiou a Bloomberg1.

Por ora, a recomendação foca-se especificamente nesta semana, de 9 a 13 de março, e só é válida para empregados que podem exercer seus trabalhos de casa — com garantia de pagamento normal. Trata-se de uma mera possibilidade aberta pelo CEO, não de uma determinação geral.

O comunicado de Cook, que cita “um momento desafiador”, foi enviado a empregados da Apple situados não só nos Estados Unidos, mas também na Alemanha, na Coreia do Sul, na França, na Itália, no Japão, no Reino Unido e na Suíça.

Além disso, a Apple tomará algumas outras medidas preventivas temporárias como redução do staff em lojas físicas, cortes de algumas sessões do Today at Apple e menos marcações de atendimentos no Genius. A ideia é “reduzir a densidade de pessoas” em Apple Stores.

Os últimos números do COVID-19 são de cerca 106 mil casos confirmados no mundo todo, com mais de 3.600 mortes.

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários