Apple Music firma novos acordos com gravadoras; pacote de assinaturas para serviços fica mais distante

Apple Music

Atualmente, a Apple tem diversos serviços disponíveis via assinatura em seu catálogo: Apple Music, Apple TV+, Apple Arcade, Apple News+1 e espaço para armazenamento no iCloud. Muita gente acaba assinando boa parte desses serviços, então seria ótimo se a empresa oferecesse algum tipo de pacote (bundle, em inglês) para você assinar tudo — ou boa parte deles — a um preço mais em conta.

Publicidade

Vale notar que já existe um “minipacote” desses (contemplando apenas o Apple Music e o Apple TV+), mas ele está disponível apenas para estudantes.

Um bundle completo faz todo sentido e, para muitos, não é uma questão de se a Apple vai fazer algo assim, mas quando. O problema é que não depende apenas da Maçã: citando pessoas familiarizadas com o assunto, o Financial Times informou2 que a Maçã firmou novos acordos de licenciamento com as algumas das maiores gravadoras (Universal Music, Sony Music e Warner Music) — estes válidos por diversos anos.

Todavia, esses contratos não incluem nada relacionado a um pacote de assinaturas da Apple, o que nos leva a crer que tal oferta não está tão próxima de ser lançada quanto gostaríamos. O cenário não era simples, mesmo: no fim do ano passado, quando abordamos o assunto, falamos que as gravadoras estavam resistindo a essa ideia.

Numa nota relacionada, o MacRumors informou que o Spotify, plataforma de streaming de músicas líder do segmento — são 124 milhões de assinantes no serviço contra 60 milhões no Apple Music, segundo o último levantamento —, está negociando com essas grandes gravadoras há mais de um ano e não obteve ainda o mesmo sucesso da Apple. Ora, ora…

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…