Apple adia reabertura das suas lojas “até segunda ordem”; região do Apple Park inicia quarentena Originalmente, as lojas reabririam no dia 27 de março; agora, não mais

Como vocês certamente já sabem, a Apple tomou uma medida drástica como iniciativa de contenção do Coronavírus (COVID-19): a empresa fechou todas as suas lojas ao redor do mundo — exceto na China, onde o momento mais grave da crise já passou e o país está restabelecendo a vida normal.

Inicialmente, o fechamento das lojas perduraria até o dia 27 de março, mas a decisão da Maçã parece ter se alongado: um aviso no Apple.com informa, agora, que o varejo da empresa permanecerá fechado “até segunda ordem”. Em outras palavras, não há uma previsão de quando as lojas da Apple voltarão a abrir as portas.

Aviso no Apple.com
Nossas lojas de varejo estão fechadas até novo aviso.
Estamos comprometidos em fornecer um serviço excepcional aos nossos clientes. Para compras com entrega rápida e gratuita, compre aqui no apple.com ou no aplicativo da Apple Store. Para serviços e suporte, vá para support.apple.com ou ligue para 800-275-2273.
Estamos ansiosos para vê-lo em breve.

O aviso não é global: as páginas da Apple Morumbi e da Apple Village Mall, por exemplo, ainda informam que todas as lojas da empresa fora da Grande China ficarão fechadas até 27/3; essa ainda é a data informada na página de perguntas frequentes sobre os fechamentos.

O novo aviso, portanto, parece ser uma forma de preparar os consumidores para o fato de que as lojas não reabrirão todas de uma vez — provavelmente, a reabertura dependerá da situação de cada localidade, podendo ser adiada em (muito) mais tempo de acordo com as necessidades e determinações de cada país ou região.

Aqui no Brasil, por exemplo, com o pico do COVID-19 estimado para maio, pode ser que tenhamos um bom período sem as duas lojas próprias da Maçã abertas. É inconveniente, claro, mas o momento pede bom senso — e tudo o que puder ser feito para conter a contaminação rápida deve ser feito. Até por isso, se você puder, fique em casa.

Bay Area em quarentena

Falando em ficar em casa, várias partes do mundo já estão tomando medidas drásticas em relação à circulação de pessoas em espaços públicos, como a Itália e a França. Agora, seis condados da Área da Baía de San Francisco (Bay Area), na Califórnia, também anunciaram medidas do tipo.

Vista do Apple Park

Os condados de San Francisco, San Mateo, Marin, Contra Costa, Alameda e Santa Clara estabeleceram ontem um lockdown de três semanas; em outras palavras, até o dia 7 de abril, mais de 7 milhões de pessoas deverão permanecer em suas casas para todas as circunstâncias, exceto atividades essenciais — como compra de mantimentos e remédios ou visitas médicas.

Reuniões de pessoas em espaços públicos ficarão banidas durante o período, e a população não poderá fazer trajetos a pé, de bicicleta, scooter, automóvel ou transporte público — exceto, claro, para as atividades essenciais supracitadas.

O condado de Santa Clara, como se sabe, é onde está localizada a cidade de Cupertino e, portanto, o Apple Park. Além disso, vários outros escritórios da Maçã, bem como diversas lojas da empresa, estão espalhados pelas cidades afetadas pela quarentena.

A prefeita de San Francisco, London Breed, afirmou que “não há motivo para pânico” e que a data de finalização do lockdown poderá ser ajustada (para antes ou depois) de acordo com os eventos das próximas semanas. O principal objetivo da decisão é proteger a população dentro dos grupos de risco e diminuir a demanda no frágil serviço de saúde dos Estados Unidos — somente na Califórnia, já existem 335 casos confirmados de COVID-19, com registro de 6 mortes até o momento.

via iDownloadBlog

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários