iPhone lidera — e Apple domina — lista dos melhores designs da era moderna Foram 8 produtos entre os 100 selecionados pela revista

Que a equipe de design da Apple criou alguns dos produtos mais icônicos dos últimos 40 anos, ninguém duvida: seja antes da era Jony Ive (com criações como o Apple II e o Macintosh) ou durante o reinado do ex-chefe de design da Maçã (com o iPod, o iPhone e o iMac), tivemos alguns dos maiores exemplos de como o design moderno pode ser, ao mesmo tempo, belíssimo e funcional. Tivemos também algumas coisas horrorosas, mas não falamos sobre elas.

Pois agora a Fortune fez uma parceria com o Instituto de Design do IIT (Instituto de Tecnologia do Illinois) para reeditar sua lista dos 100 melhores designs da era moderna — a última lista do tipo tinha sido feita em 1959, e colocado em primeiro lugar a máquina de escrever Olivetti Letttera 22, projetada por Marcello Nizzoli. E adivinhem: a Maçã dominou o novo ranking.

O iPhone (2007) conquistou a medalha de ouro da lista, enquanto o Macintosh original (de 1984) ficou em segundo lugar; no total, a Apple teve 8 produtos — ou serviços — entre os 100 melhores designs da era moderna.

Abaixo listamos todos eles, junto à justificativa da Fortune para as escolhas.

1º lugar: iPhone (2007)

Família do iPhone original

“Um iPod, um telefone e um comunicador de internet” foi como Steve Jobs anunciou o iPhone ao mundo em 2007. À época, isso parecia uma promessa enorme; hoje, parece um grande eufemismo para um dispositivo que mudou a maneira como vivemos. Analistas, inicialmente, não pareciam acreditar que a Apple conseguiria vender um aparelho premium por US$500 num mercado onde a maioria dos dispositivos eram subsidiados ou fornecidos pelas operadoras. Mas ao liderar a inovação no design do hardware e do software, adicionar uma câmera de alta performance e criar um ecossistema de aplicativos e serviços, a Apple vendeu mais de 2 bilhões de iPhones — e, no processo, tornou-se a empresa mais valiosa do mundo.

2º lugar: Macintosh (1984)

Macintosh

A Apple iniciou a revolução do computador pessoal com o Apple II, mas o Macintosh definiu a categoria. “O Macintosh não foi o primeiro computador pessoal, tampouco o primeiro com uma interface gráfica para o usuário, mas foi o primeiro produto que pegou essas ideias e adicionou outras a um pacote completo. Ele tornou-se um computador que qualquer um que podia entender e interagir usando linguagem e visão, teclando e desenhando. Ele mudou a forma que nos relacionamos com um computador.”

Johan Redstrom, professor da Umeå University

10º lugar: iPod (2001)

iPod de primeira geração (1G)

O herdeiro do trono do Walkman. Coloque todas as suas músicas no seu bolso. “O iPod revolucionou uma categoria com um sistema fechado, e levou a indústria fonográfica adiante.”

José Manuel dos Santos, chefe de design e experiência do usuário, Signify

14º lugar: MacBook Pro (2006)

Libertou os profissionais criativos dos workstations de mesa. “Ele simplesmente mudou cada parte da nossa vida.”

Yongqi Lou, reitor da Escola de Design e Inovação da Universidade de Tongji

22º lugar: App Store (2008)

App Store

Fabricantes costumavam decidir o que existia no seu telefone. A App Store entregou esse controle ao usuário. “Com a App Store, a Apple paga quantias generosas aos desenvolvedores para criar aplicativos cada vez melhores que tornam tudo possível. Isso é refinado por uma força de curadoria que faz com que nos sintamos inspirados e otimistas de que a vida está se tornando cada vez melhor.”

Jason Ring, gerente sênior de design, Uber

29º lugar: iOS (2007)

iOS 13

Um sistema operacional móvel instalado em 1,5 bilhão de dispositivos. Simples de usar e poderoso o suficiente para trabalho sério. “Uma experiência de usuário que até bebês conseguem entender sem serem ensinados.”

—Equipe de design da Hitachi

46º lugar: Apple Watch (2015)

Tim Cook apresentando a primeira geração do Apple Watch
Tim Cook apresentando a primeira geração do Apple Watch

O poder do iPhone em uma embalagem não muito maior que um selo de envelope. “Antes do Apple Watch, relógios inteligentes eram computadores de punho desajeitados. A Apple transformou essa categoria num acessório fashion que melhora a saúde das pessoas.”

Bas van de Poel, diretor da SPACE10

64º lugar: Apple Pay (2014)

Apple Pay sendo usado em loja

Pagamentos digitais autorizados por sua face ou digitais. Combinado com o chip Secure Enclave, é infinitamente mais seguro que um cartão de crédito tradicional.

·   •   ·

Para quem ficou curioso, aqui está o Top 10 geral da Fortune:

  1. iPhone
  2. Macintosh
  3. Motor de buscas do Google
  4. Cadeira Eames de fibra de vidro
  5. Walkman TPS-L2, da Sony
  6. Descascador OXO Good Grips
  7. Uber
  8. Netflix
  9. Blocos LEGO
  10. iPod

Vale notar, no ranking, a presença de um produto tipicamente brasileiro (ainda que não tenha sido projetado por nós): as sandálias Havaianas, desenhadas por Robert Fraser em 1966. A lista completa da Fortune pode ser vista aqui.

Opiniões?

via MacDailyNews

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários