Estoques de iPhones e AirPods melhoram ao redor do mundo Fornecedores da Apple na China estão, finalmente, retomando a produção

Uma das áreas mais impactadas dos negócios da Apple durante a pandemia de Coronavírus (COVID-19) foi (e em certa medida ainda está sendo) sua cadeia de suprimentos, uma vez que as principais fabricantes parceiras da empresa estão localizadas na China, onde funcionários estavam sendo enviados para casa para se protegerem contra a propagação do vírus.

Agora, parece que pelo menos alguns dos produtos da Apple estão se tornando mais disponíveis do que há algumas semanas, à medida que as atividades são retomadas nas fábricas, de acordo com um levantamento da Loup Ventures.

Entre os dispositivos com melhorias no estoque estão os iPhones (principalmente os modelos 11 de 64GB e 11 Pro de 64GB) e os AirPods (2ª geração e Pro). A Loup Ventures analisou as ofertas desses gadgets em 13 países e verificou que a disponibilidade deles vem melhorando significativamente nas últimas duas semanas.

Em alguns lugares, o tempo de envio de iPhones caiu de seis para apenas dois dias, enquanto que os AirPods já estão sendo despachados em até uma semana (após chegar a dez dias de espera em certas regiões).

No caso do fornecimento de produtos da Apple, no mês passado, a principal variável foi a suspensão da fabricação e das montagens na China. Nos dias seguintes ao anúncio da Apple de que o trimestre de março estaria abaixo das expectativas, vimos relatórios sobre o reinício da fabricação na China, seguido pela diminuição dos prazos de entrega.

Grande parte dessa melhoria é atribuída, naturalmente, à retomada das atividades nas fábricas chinesas; porém outro fato que deve ser considerado é a redução da demanda nos últimos dias, que inevitavelmente desempenhou um papel na disponibilidade de certos gadgets.

A Apple fechou recentemente todas lojas de varejo fora da China e optou por realizar a WWDC20 de forma totalmente virtual em resposta ao surto da COVID-19. Essa melhoria, portanto, vem a calhar para a Maçã, uma vez que a empresa atenderá a muitos pedidos online no futuro próximo.

via AppleInsider

Posts relacionados

Comentários