Rússia adia aplicação de lei de software local que ameaçaria presença da Apple no país Agora, só em 2021

Apple na Rússia

Em novembro passado, falamos aqui sobre uma lei (então) recentemente aprovada pelo governo da Rússia que obrigaria todas as fabricantes estrangeiras de aparelhos eletrônicos a vender seus produtos com software local pré-instalado.

Publicidade

À época, a legislação — que ameaçaria a presença da Apple no país, considerando a posição firme da empresa de vender seus produtos apenas com aplicativos próprios — estava marcada para começar a valer em julho deste ano; agora, para o alívio (temporário) da Maçã, ela foi prorrogada.

De acordo com o AppleInsider, os legisladores russos resolveram adiar o início da aplicação da lei ao menos até 31 de janeiro de 2021. Não há razão divulgada para a decisão, mas especula-se que ela tenha a ver com a pandemia do Coronavírus (COVID-19), que está em sua fase mais drástica na Rússia e colocou quase todo o país sob quarentena; como a produção de dispositivos e software locais está interrompida, não faria sentido começar a aplicar agora uma lei que tem como objetivo fomentar exatamente esses elementos.

De qualquer forma, o abacaxi ainda existe: a não ser que uma mudança de planos muito drástica ocorra até o início do ano que vem, a Apple — bem como todas as outras fabricantes estrangeiras — terá de tomar uma decisão bem complicada, entre ceder às exigências do governo russo ou retirar-se do país. Como estamos falando de um mercado relativamente grande, importante para a Maçã, certamente não será uma escolha fácil.

Publicidade

O que vocês acham?

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…