Face ID com máscara

No início da pandemia, a recomendação oficial das autoridades de saúde era de que apenas pessoas contaminadas (ou com suspeita de contaminação) pelo Coronavírus (COVID-19) usassem máscaras ao sair de casa — um conselho pensado principalmente para não causar uma escassez no mercado desse tipo de proteção, o que poderia causar efeitos potencialmente ainda piores.

Nas últimas semanas, entretanto, a recomendação mudou: agora, o Ministério da Saúde pede que toda a população saia de casa usando máscaras — se possível, modelos feitos em casa, como aqueles ensinados pelo jornalista Márcio Gomes no vídeo que viralizou na internet. As máscaras, afinal, representam uma barreira mecânica para prevenir o espalhamento e a contaminação do vírus; não é algo infalível, mas certamente representa uma medida paliativa importante.

Pensando no nosso mundinho Maçãzístico, entretanto, isso representa um pequeno problema: quem tem iPhones mais recentes não poderá usar o Face ID enquanto estiver de máscara, tendo que recorrer ao método extremamente arcaico de digitar uma senha. Inaceitável, não é mesmo?

Brincadeiras à parte, os pesquisadores do Xuanwu Lab, da Tencent, descobriram que há, sim, uma forma de “ensinar” o Face ID a lhe reconhecer de máscara — o que pode ser particularmente importante, por exemplo, para profissionais de saúde que precisem usar o iPhone ou o iPad Pro como ferramenta de comunicação ou busca rápida de notícias. As informações são do Wall Street Journal1.

O guia funciona com qualquer tipo de máscara, como as tradicionais descartáveis, as caseiras, as do tipo N95 ou quaisquer outras. O único detalhe é que você precisará, durante o processo de (re)configuração do Face ID, exibir metade do seu rosto; por isso, se o seu modelo de máscara não for dobrável, você precisará “sacrificar” uma delas cortando-a ao meio para que a técnica funcione.

Para ensinar o Face ID a lhe reconhecer de máscara, obedeça os passos a seguir:

  1. Pegue um exemplar da máscara que você costuma utilizar, esterilize-a (caso seja um modelo reutilizável) e lave bem as mãos e o rosto.
  2. No iPhone ou iPad Pro (também higienizado, de preferência), abra os Ajustes e toque em “Face ID e Código”.
  3. Toque em “Configurar um Visual Alternativo”; caso você já tenha um visual alternativo configurado, será necessário tocar em “Redefinir Face ID” para reconfigurar o recurso do zero.
  4. Dobre sua máscara ao meio e cubra metade do seu rosto com ela, fazendo com que ela toque a ponta do seu nariz.
  5. Aponte o iPhone ou iPad Pro para o seu rosto, seguindo as instruções de mover a cabeça lentamente para completar o círculo; caso o sistema afirme que algo está cobrindo o seu rosto, tente revelar um pouco mais o seu rosto e a ponta do seu nariz.
  6. Aguarde até que o sistema complete o processo e avise que o registro está devidamente configurado.

Pronto: agora, o Face ID está treinado para lhe reconhecer de máscara — e não se preocupe, ele continuará funcionando mesmo se você estiver com a cara completamente descoberta.

É bom notar alguns aspectos, entretanto. Oficialmente, a Apple afirma que o Face ID é projetado para funcionar reconhecendo rostos com olhos, nariz e boca desobstruídos; por isso, é possível que, mesmo após os passos acima, o sistema ainda falhe em lhe reconhecer em algumas tentativas — no geral, entretanto, tudo deve funcionar corretamente.

O segundo aspecto a ser considerado é o da segurança: os pesquisadores do Xuanwu Lab fizeram um ótimo trabalho descobrindo a dica, mas não há informações se essa técnica diminui a proteção do Face ID — minha preocupação é que algo assim potencialmente permita que outras pessoas com máscaras, especialmente pessoas parecidas com você, possam ter alguma facilidade maior em desbloquear o seu dispositivo.

Como parte do rosto está coberta, afinal, há menos pontos para o sistema analisar — mas isso é só uma hipótese, e precisaremos de testes mais concretos para sabermos de fato se há algum risco na prática.

De qualquer forma, se você precisa desbloquear seu iPhone ou iPad Pro com frequência enquanto está usando máscara, a dica é deveras útil — só tome um pouco mais de cuidado com possíveis curiosos que se aproximem do seu dispositivo.

via 9to5Mac

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários