iPad Pro

Muito já se falou aqui sobre a chegada de uma futura versão do iPad Pro equipada com painel Mini-LED — aquela tecnologia de tela, “meio-termo” entre o LCD comum e o OLED, na qual o painel é iluminado por minúsculos pontos de luz espalhados pela sua superfície (não confunda com o Micro-LED, tecnologia bem mais recente e cara que só agora está começando a chegar aos eletrônicos de consumo).

Publicidade

Os últimos rumores sobre isso davam conta de que a Apple investiria pesado no Mini-LED, aplicando-o em no mínimo seis produtos ao longo de 2020. Pois agora, especificamente em relação ao iPad Pro, o analista Jeff Pu (da GF Securities) chegou para arrefecer um tantinho essas expectativas.

De acordo com Pu, o iPad Pro com painel Mini-LED poderá chegar, agora, somente no início de 2021. A razão para o atraso seria o “design de tela complexo” do dispositivo, que estaria causando certas complicações no processo de desenvolvimento e produção do tablet.

Estranhamente, o analista refere-se especificamente ao iPad Pro de 12,9 polegadas. Isso pode significar que, talvez, a Apple introduza a tecnologia primeiramente no modelo maior do seu tablet profissional, aplicando a tela Mini-LED no iPad Pro de 11″ numa atualização seguinte. Ou então as informações de Pu são pertinentes somente ao modelo de 12,9″, e veremos ambos os tamanhos do dispositivo ganhando as novas telas ao mesmo tempo. Teremos de aguardar para ver.

Publicidade

De todo modo, o “atraso” na chegada de um novo iPad Pro faria sentido para o cronograma da Maçã: a empresa, afinal, atualizou seu tablet profissional há menos de um mês. Caso Tim Cook e sua turma queiram manter o cronograma tradicional de atualizações dos seus produtos, o natural é que uma nova versão do dispositivo seja apresentada em março/abril do ano que vem, e não no fim de 2020.

“iPhone 12” em etapas

Na semana passada, Pu também liberou aos investidores uma outra nota — essa, falando sobre os possíveis lançamentos de futuros iPhones. Em um aspecto, ele acertou em cheio: o analista previu que a Apple lançaria uma nova versão do iPhone SE ainda em meados de abril. Bingo.

Mockup do "iPhone 12"
Mockup dos “iPhones 12”

Pois Pu falou, também, sobre o processo de desenvolvimento dos “iPhones 12” — que, no momento, está cercado por dúvidas por conta da pandemia do Coronavírus (COVID-19) e dos atrasos causados por ela. A parte boa é que, segundo o analista, os potenciais consumidores dos futuros aparelhos podem respirar tranquilos. Quase todos, pelo menos.

Publicidade

De acordo com Pu, a Apple está, na medida do possível, dentro do prazo no processo de desenvolvimento e testes dos novos smartphones: os modelos de 5,4 e 6,1 polegadas deverão permanecer na fase “EVT” (Engineering Verification Test, ou teste de verificação de engenharia) até o fim do mês (duas semanas a mais do que o originalmente previsto), enquanto o modelo de 6,7 polegadas deverá ficar nessa etapa de testes até meados de maio.

Isso poderá, segundo o analista, causar um pequeno atraso no lançamento do maior (e mais caro) dos futuros iPhones. Na visão de Pu, a Apple disponibilizará os modelos de 5,4″ e 6,1″ em setembro, com a versão de 6,7″ iniciando suas vendas em outubro — não muito diferente do que já vimos com o lançamento do iPhone X ou do XR, por exemplo.

Ao menos, podemos ter uma (quase) certeza: habemus “iPhones 12” em 2020. 😜

Publicidade

via MacRumors [1, 2]

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…