Diretrizes do selo Works With Apple Health

Com o crescimento cada vez mais acelerado da sua plataforma de Saúde (Health), nada mais natural do que a Apple implementar novidades que agradem desenvolvedores e enriqueçam os produtos e serviços de terceiros compatíveis com ela. Pois hoje é um desses dias.

Publicidade

Hoje mais cedo, a Maçã publicou no seu portal para desenvolvedores uma atualização nas diretrizes para o HealthKit. São duas novidades principais, ambas envolvendo os guias de interface para os serviços e produtos integrados à plataforma de saúde da empresa.

Para começar, desenvolvedores e fabricantes dispõem, agora, do selo “Works with Apple Health” (“Funciona com o Saúde da Apple”). Ele funciona da mesma forma que o programa “Made for iPhone” (MFi): o selo pode ser aplicado num produto ou software para que consumidores saibam que estão adquirindo/usando uma criação pensada para funcionar com a plataforma de saúde da Maçã.

Para complementar a novidade, a Apple atualizou as diretrizes de interface para softwares integrados ao HealthKit. São algumas orientações específicas, como posicionamento e tamanho dos ícones relacionados às marcas da companhia — desenvolvedores também não podem usar o termo “HealthKit” publicamente, sendo limitados à marca “Apple Health”.

Publicidade

Além disso, a Apple exige que os softwares integrados à sua plataforma tenham uma política de privacidade coerente e sempre visível, mostrando claramente aos usuários que o acesso aos seus dados de saúde é coletado somente quando necessário. Também é preciso oferecer mensagens detalhadas quando os aplicativos em questão precisarem acessar os dados da plataforma, para que as pessoas saibam exatamente com o que estão lidando.

As mudanças completas podem ser vistas vistas aqui [em inglês].

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…