Há alguns bons anos, a Apple adotou a interface Thunderbolt (primeiro a de segunda geração, atualmente na terceira), da Intel, como principal tecnologia de transferência de dados e energia nos muitos modelos de Macs. Apesar da popularidade dessa conexão, há quem acredite que, talvez, essa não seja a melhor opção quando o assunto é segurança.

Publicidade

Em um webinar (seminário na web) realizado há alguns dias, um funcionário da Microsoft apresentou toda a engenharia envolvida nos dispositivos Surface mais recentes, como visto no trecho a seguir publicado por um usuário no Twitter.

Surfaces não possuem Thunderbolt porque é inseguro 🙃

Em certo momento do vídeo, ele explica que nenhum dispositivo da família Surface tem uma conexão Thunderbolt devido à “ameaça de segurança” que isso representa.

Nenhum dispositivo Surface possui Thunderbolt. Por que não? Porque essa é uma porta de acesso direto à memória. Se você tiver um acessório bem preparado que pode ter acesso à memória, poderá ter acesso a todo o dispositivo e a todos os dados armazenados nela [memória]. No momento, nós não acreditamos que o Thunderbolt possa oferecer a segurança realmente necessária para dispositivos.

O The Verge comprovou a veracidade da apresentação e descobriu que o funcionário da Microsoft é um especialista na tecnologia e trabalha na empresa há mais de dez anos.

Durante o seminário (que possui mais de uma hora), também foi revelado que os dispositivos Surface não possuem RAM1 removível devido a preocupações de segurança semelhantes.

Vale lembrar, porém, que outros laptops similares de fabricantes como Lenovo, Dell e HP usam a tecnologia Thunderbolt há anos — a exceção sempre foi a linha Surface. Além disso, o Windows 10 ganhou um novo recurso de segurança para interromper ataques de firmware e ataques de ransomware que buscam dados no kernel (núcleo) do sistema por dispositivos compatíveis com Thunderbolt 3 — algo que, nas máquinas mais recentes da Apple, é feito pelo chip de segurança T2.

A Microsoft não comentou a apresentação e/ou as alegações do engenheiro no vídeo.

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…