É, os rumores sobre óculos de realidade aumentada da Apple voltaram com tudo. Na semana passada, um analista trouxe supostos detalhes sobre o produto e, no dia seguinte, o leaker Jon Prosser apostou que eles serão lançados “em meados de 2021”.

Publicidade

Pois bem, Prosser voltou hoje com um vídeo publicado em seu canal do YouTube — o FRONT PAGE TECH — recheado de possíveis informações sobre o projeto, a começar pelo nome oficial, que ele diz que será “Apple Glass”.

Vamos por tópicos, de forma bem objetiva:

  • Os óculos deverão começar custando US$500 nos Estados Unidos e, se necessário, o consumidor poderá solicitar lentes personalizadas de acordo com sua necessidade de grau (pagando a mais por isso, é claro).
  • Todo o processamento de dados do “Apple Glass” ocorrerá no iPhone a ele emparelhado, tal como ocorria com o Apple Watch de primeira geração.
  • A Apple pretendia anunciar o produto no quarto trimestre deste ano, talvez na mesma keynote do “iPhone 12” e do “Apple Watch Series 6”. Porém, como trata-se de um lançamento grandioso, ela só pretende fazer isso quando puder realizar um grande evento com a presença massiva da mídia e de convidados VIP.
  • Se o evento do “iPhone 12” for adiado de setembro para outubro, como apontam alguns rumores, pode ser ainda que o “Apple Glass” entre nessa keynote como um anúncio do tipo “One more thing”.
  • Embora o “Apple Glass” possa ser apresentado ainda este ano, a expectativa é que ele só chegue de fato ao mercado no final de 2021 ou começo de 2022. Ou seja, o próprio Prosser já está se contradizendo um pouco…

Prosser disse, ainda, ter visto alguns protótipos do “Apple Glass” feitos de plástico, mas acredita que o material da versão final deverá mudar. O visual dele seria bem similar ao de óculos comuns; a ideia da Apple, diz o leaker, não é oferecer um produto com um ar muito diferenciado e tecnológico — talvez um dos motivos do fracasso do Google Glass.

Publicidade

No lado direito dos óculos, continua ele, há um scanner LiDAR (e só, nenhuma câmera — até por questões de privacidade). O time que trabalha no projeto já estaria coletando dados do scanner presente nos iPads Pro e, é claro, fará o mesmo quando saírem os “iPhones 12 Pro e 12 Pro Max”, que também deverão ser equipados com LiDAR. Prosser ainda citou a leitura de códigos QR proprietários, e logo lembrei de um vazamento de ontem referente ao iOS 14.

O usuário terá informações apresentadas na interface do “Apple Glass” (chamada internamente de “Starboard”) em ambas as suas lentes. Quem estiver olhando para a pessoa usando os óculos não verá nada, e aparentemente ao menos na primeira geração não teremos uma versão com óculos escuros devido a dificuldades em implementar essa UI em lentes pintadas. O controle seria feito por meio de toques nos óculos e por gestos com as mãos, no ar.

A recarga do “Apple Glass”, diz Prosser, será feita em um stand de plástico no qual você posiciona os óculos de cabeça para baixo.

Bastantes informações, hein? Empolgados? 😉

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…