Apple compra startup canadense de aprendizado de máquina para aprimorar a Siri Estaria a Maçã planejando algo grande para a sua assistente?

Siri

Mais um dia, mais uma aquisição: de acordo com a Bloomberg1, a Apple concluiu recentemente a compra da startup canadense Inductiv, especializada nas áreas de ciência de dados e aprendizado de máquina. O intuito, segundo a reportagem, é um só: trazer mais know-how para o aprimoramento da Siri.

Publicidade

A Inductiv, baseada em Waterloo (Ontario), tinha como principal foco uma tecnologia que usa inteligência artificial para identificar e corrigir erros na captura de dados de forma automatizada. Ou seja, a área de especialidade da startup poderia representar uma boa oportunidade para que a Apple torne a sua assistente digital mais precisa, diminuindo a taxa de erros de reconhecimento e fornecendo respostas mais consistentes.

Entre os fundadores da Inductiv, há especialistas e professores da área de aprendizado de máquina vindos de uma série de instituições renomadas — entre elas, as universidades de Stanford e de Waterloo. Ainda não se sabe, entretanto, se os fundadores da startup passarão a trabalhar para a Apple — ainda que tudo indique que sim, já que o relatório afirma que a equipe de engenharia da Inductiv se juntou à Apple “nas últimas semanas”.

A Apple confirmou a aquisição, dizendo que “compra empresas menores de tecnologia de tempos em tempos e geralmente não discutimos nossos propósitos ou planos”.

Vale lembrar que, há menos de dois meses, a Apple confirmou a aquisição da Voysis, uma startup irlandesa especializada na área de linguagem natural; alguns meses antes, houve a compra da Xnor.ai, empresa focada em inteligência artificial que roda no próprio dispositivo. Ou seja: num cenário mais otimista, a Maçã está de fato planejando algo grande para a Siri — resta saber o que é e quando chegará. Vamos aguardar para descobrir.

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…