Epic Games quer levar sua loja para o iOS, sabe-se lá como Seria possível?

Epic Games Store

A Apple tem construído um ecossistema de jogos bastante satisfatório para quem gosta de uma diversão casual — o Apple Arcade está cada vez mais cheio de títulos leves, descompromissados e divertidos por alguns minutos. Por outro lado, quem quer uma jogatina mais — digamos — comprometida, dificilmente encontrará um lar nos dispositivos da Maçã.

Publicidade

Isso, entretanto, pode chegar ao fim num futuro indefinido: o CEO1 da Epic Games, Tim Sweeney, afirmou em entrevista ao GameSpot que pretende levar a loja de jogos da empresa, a Epic Games Store, ao iOS e ao Android.

Mais especificamente, o executivo afirmou o seguinte:

Nós gostaríamos de levar a loja para o iOS no futuro, e a levaremos para o Android. Achamos que é uma boa forma de ajudar a indústria a avançar e é outra maneira de mostrar que a Epic, como desenvolvedora de jogos, construiu essa audiência ao redor de Fortnite e aprendeu como operar uma plataforma de distribuição nos desktops e no Android.

Ou seja: no caso do sistema operacional do robozinho, os planos parecem estar numa fase mais concreta, enquanto a ideia de levar a loja para o iOS ainda parece ser algo mais distante.

Publicidade

Isso é óbvio: caso a Epic Games Store de fato chegue aos iPhones — e iPads — em algum momento, só será depois de muita negociação com a Apple e de uma verdadeira mudança de visão da Maçã em relação ao seu sistema operacional móvel já que até hoje, afinal de contas, nenhuma plataforma de distribuição de terceiros é autorizada no iOS.

Com o lançamento do Apple Arcade, as chances de vermos algo assim se concretizar tornaram-se ainda mais ínfimas — afinal, a Epic Games Store, mesmo com proposta e público-alvo totalmente distintos, poderia ser considerada uma concorrente da plataforma da Maçã.

Ainda assim, a esperança é a última que morre: em último caso, a Epic Games poderia lançar uma versão “capada” da sua loja no iOS, mais ou menos como a Microsoft faz com a plataforma do Xbox: sem distribuir jogos, mas oferecendo acesso aos perfis e conquistas dos jogadores, acesso à compra de títulos, notificações e outros elementos inerentes à experiência gamer.

Publicidade

Vamos ver, portanto, o que o futuro dirá.

via AppleInsider

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…