Mais um dia, mais uma leva de notícias relacionadas à pandemia do novo Coronavírus (COVID-19). Vamos a elas?

Publicidade

Alemanha lança aplicativo

Quem acompanhou as notícias da pandemia sabe que a Alemanha protagonizou uma verdadeira reviravolta relacionada à API de combate ao Coronavírus desenvolvida pela Apple e pelo Google.

Inicialmente o país recusou a tecnologia, preferindo adotar um rastreamento centralizado dos contatos; ao longo de um fim de semana, entretanto, o governo de Angela Merkel mudou completamente de ideia e resolveu abraçar a tecnologia das gigantes.

Pois agora, o resultado dessa reviravolta nasceu: o aplicativo Corona-Warn-App, já disponível na App Store e no Google Play.

Corona-warn-app, aplicativo da Alemanha de combate ao Coronavírus

Como nos outros países que já lançaram seus aplicativos, o app alemão é de uso voluntário e não requer registro; os contatos com possíveis usuários infectados são detectados via Bluetooth, e a geolocalização dos usuários nunca é registrada. Os dados de contato ficam registrados localmente nos smartphones, e podem ser enviados às autoridades de saúde somente com a autorização do usuário.

Mais países aderem à API

Enquanto Suíça, Itália e agora Alemanha já lançaram suas soluções de rastreamento integradas à API da Apple e do Google, ainda mais países estão abraçando a tecnologia. De acordo com o MacRumors, Polônia e Arábia Saudita estão entre os territórios que, nas próximas semanas, lançarão aplicativos próprios para conter o alastramento do vírus entre suas populações.

Os apps, claro, serão plenamente integrados à API e às novidades do iOS 13.5, que traz tecnologias específicas para permitir o funcionamento desses aplicativos.

Mais lojas reabrindo nos Estados Unidos e no Canadá

Por fim, o ritmo de reabertura de lojas da Apple vai tomando fôlego: de acordo com a Bloomberg1, mais 75 espaços de varejo da empresa reabrirão nos EUA e no Canadá ao longo desta semana.

Algumas das lojas abrirão apenas para receber clientes com atendimentos agendados; outras receberão consumidores em geral, com venda de produtos. Em todos os casos, haverá limite de pessoas nos espaços e a obrigação do uso de máscaras.

Apple Fifth Avenue
Apple Fifth Avenue

No Canadá, reabrirão três das lojas da Maçã em Ontario (a Apple Conestoga, a Bayshore e a Masonville) e a Apple Place Ste-Foy, em Québec. Nos EUA, são mais de 70 lojas reabrindo ao longo da semana, incluindo algumas nos estados de Nova York, da Califórnia e de Massachusetts. A lista completa pode ser conferida no 9to5Mac.

Em uma perspectiva global, 365 das 510 lojas da Apple já reabriram de alguma forma. As duas lojas brasileiras, entretanto, permanecem fechadas — mesmo com a reabertura dos shoppings em São Paulo e no Rio de Janeiro.

via iMore

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…