Apple TV+ terá série de comédia dos diretores de “Anjos da Lei”; Kristen Bell deixa papel em “Central Park” após polêmica Temos também o primeiro trailer de "Little Voice"

Mais um dia, mais uma leva de notícias sobre o Apple TV+! Vamos lá?

Publicidade

“The Afterparty”

A primeira novidade do dia é o anúncio de mais uma série original da Maçã: “The Afterparty”, criada por Chris Miller e Phil Lord — dupla vencedora do Oscar que dirigiu os filmes da série “Anjos da Lei” e criou a franquia “Uma Aventura Lego”.

A série é descrita como uma comédia de mistério que segue os passos de um assassinato, ocorrido na afterparty de um reencontro de amigos do Ensino Médio. Cada um dos oito episódios reconta os acontecimentos de acordo com o ponto de vista de um dos personagens — cada um com seu próprio formato visual e gênero cinematográfico, para combinar com a personalidade do narrador.

Segundo a Apple, os direitos da produção foram adquiridos em uma “situação competitiva”. Miller será o criador e showrunner da série, enquanto Lord desempenhará o papel de produtor executivo; ainda não há mais informações sobre filmagens, elenco ou data de estreia.

“Central Park”

Enquanto isso, uma mudança: a atriz Kristen Bell (“The Good Place”) anunciou que deixará de emprestar sua voz à personagem Molly Tillerman, de “Central Park”.

Kristen Bell

A decisão foi tomada por Bell, em conjunto à equipe da série, após a polêmica que se formou por conta da escalação da atriz. Molly Tillerman é uma personagem birracial, filha de pai negro e mãe branca, o que gerou acusações de whitewashing — a prática de colocar atores brancos para interpretar personagens de outras raças, tirando parte da identidade desses personagens e negando oportunidades importantes para atores de outras cores ou etnias.

No Twitter, Bell explicou sua decisão, notando que este é o momento certo — considerando a onda de protestos antirracistas que tomaram os Estados Unidos e o mundo nas últimas semanas — de pessoas brancas reconhecerem seus privilégios e a importância de dar voz (e espaço) a outras etnias.

Publicidade

Este é o momento de reconhecer nossos atos de cumplicidade [com o racismo estrutural] — aqui está um dos meus. Interpretar Molly em “Central Park” mostra uma falta de consciência dos meus privilégios mais insidiosos. Escalar uma atriz branca para uma personagem multirracial debilita a especificidade da experiência das pessoas multirraciais e dos afro-americanos.

A produção da série também emitiu um comunicado, explicando que Bell continuará no elenco da produção, em um outro papel; para a segunda temporada, uma nova atriz será escalada para interpretar Molly. A equipe se comprometeu, também, a criar mais oportunidades para pessoas não-brancas em diversas posições da série — seja na dublagem, entre os roteiristas, na produção e na pós-produção.

“Little Voice”

Por fim, temos o primeiro trailer de “Little Voice”, a série musical coproduzida por Sara Bareilles e J.J. Abrams:

“Little Voice” estreará no Apple TV+ no dia 10 próximo. Quem vai assistir?

via Cult of Mac

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…