A Reuters informou hoje que os órgãos reguladores da União Europeia estão buscando informações de 400 empresas para determinar se existe algum problema no mercado de assistentes virtuais como Siri, Alexa e Google Assistente — problemas esses os quais poderiam resultar em casos antitruste.

Publicidade

Em entrevista coletiva, Margrethe Vestager (comissária europeia para assuntos envolvendo concorrência) disse que a investigação “envia uma mensagem importante para as operadoras poderosas desse mercado”, de que a UE está “observando e que elas precisam fazer negócios de acordo com as regras da concorrência”.

Vestager disse que a principal motivação por trás da investigação é a grande quantidade de dados de usuários envolvidos nesses dispositivos que contam com assistentes virtuais, e entender se os participantes desse mercado não usam o controle dessas informações para prejudicar a concorrência ou até impedir a chegada de novos concorrentes.

Interoperabilidade é essencial se quisermos tornar esse mercado acessível.

A Comissão Europeia pode multar empresas (no caso, Apple, Amazon e Google) em até 10% do seu faturamento global por violar regras antitruste da UE, e recentemente vem focando muito dos seus esforços investigativos no setor de tecnologia.

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…