Steve "Woz" Wozniak

O cofundador da Apple Steve Wozniak pode ser o tio bonachão do mundo tecnológico, mas ele também está atento quanto a acontecimentos que possam manchar a sua imagem — basta ver essa notícia recente da Bloomberg1.

Publicidade

De acordo com a matéria, Woz moveu recentemente um processo contra o YouTube porque, de acordo com o inventor, a plataforma ignorou repetidos pedidos para a remoção de vários vídeos de golpe usando a sua imagem.

Mais precisamente, os vídeos em questão traziam (ou trazem) declarações falsas de diversos nomes da área tecnológica, como Bill Gates, Elon Musk e Jeff Bezos, para convencer espectadores incautos a doar criptomoedas aos criadores do conteúdo. No caso de Woz, especificamente, os criminosos usaram imagens e vídeos do inventor para convencer os espectadores de que ele faria um evento de doação ao vivo no YouTube e que todos os Bitcoins repassados a ele seriam devolvidos em dobro.

Se a descrição do golpe lhe soa familiar, é porque essa foi exatamente a estratégia utilizada pelos crackers que invadiram dezenas de contas famosas do Twitter na última semana. Não há indicativos de que os golpes tenham sido orquestrados pelo mesmo grupo, entretanto.

Publicidade

Na ação, movida na Corte do Condado de San Mateo (Califórnia), Wozniak afirmou que o YouTube não removeu os vídeos em questão mesmo após repetidos pedidos da sua equipe — e, para piorar, aceitou que os conteúdos fossem promovidos e monetizados dentro da plataforma. O inventor criticou ainda a curadoria do Google, baseada, segundo ele, somente em algoritmos e sistemas automáticos de reconhecimento, com pouca (ou nenhuma) interferência humana.

Além de Woz, 17 outros reclamantes são listados na ação; eles pedem a remoção imediata dos vídeos e a compensação dos danos causados.

via AppleInsider

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…