O Parallels Desktop 16 foi lançado hoje, trazendo alguns novos recursos e aprimoramentos notáveis para o software de virtualização, incluindo suporte completo (e antecipado) ao macOS Big Sur.

Publicidade

É interessante notar que, quando a Apple anunciou o macOS Big Sur, ela deixou claro que encerrará o suporte a extensões de kernel de terceiros nas quais as versões anteriores do Parallels eram criadas — isso forçou os desenvolvedores a reprojetar o software praticamente do zero.

Embora o suporte ao novo sistema operacional desktop da Apple seja a principal novidade, o Parallels 16 também conta com vários novos recursos e melhorias. Entre eles, essa versão abre duas vezes mais rápida (em comparação com a anterior) e oferece uma melhoria de 20% no desempenho do DirectX 11, com gráficos OpenGL 3 no Windows e no Linux também melhorados.

Parallels em diferentes máquinas

Ademais, os gestos do Magic Trackpad agora também funcionam em diversos aplicativos do Windows, como zoom e gestos multitoque giratórios, enquanto a impressão do Windows (com impressoras compartilhadas) agora permite imprimir em ambos os lados e usar mais tamanhos de papel.

Há, ainda, uma nova opção que permite configurar as máquinas virtuais para retornarem automaticamente o espaço não utilizado em disco ao desligar, além de o Modo Viagem do Windows agora ser capaz de aumentar o tempo de uso da bateria de laptops em até 10%.

Publicidade

Usuários da versão Pro Edition agora podem nomear suas redes personalizadas e exportar máquinas virtuais em um formato compactado — considerado uma fração de seu tamanho pré-compactado. A Parallels também lançou um plugin para o Microsoft Visual Studio destinado a simplificar os testes em diferentes sistemas.

Além de todo o trabalho para garantir a compatibilidade com o Big Sur, o Parallels 16 também traz um novo visual alinhado com a interface redesenhada do macOS 11.

Publicidade

O Parallels Desktop 16 requer o macOS High Sierra 10.13 ou posteriores; a versão padrão pode ser adquirida com uma compra única de US$100, enquanto as edições Pro e Business estão disponíveis em assinaturas a partir de US$100 anuais.

Usuários do Parallels Desktop 14 e 15 (incluindo as edições Pro e Business) podem fazer o upgrade por US$50, enquanto estudantes universitários nos Estados Unidos, no Canadá, na Alemanha e no Reino Unido têm acesso a um preço reduzido (US$80).

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…