Saiba como prolongar a vida útil das baterias de íons de lítio

Baterias

Certamente muitos de você se lembrarão que, antigamente, questionávamos se a bateria de um dispositivo móvel tinha “viciado”. Contudo, a pergunta mais correta hoje é: quantos ciclos sua bateria já completou?

Publicidade

O que acontece é que, atualmente, as baterias (como as da Apple) são de íons de lítio, o que significa que elas não viciam e podem ser recarregadas parcialmente sem prejuízo — diferentemente das baterias de níquel cádmio, as quais eram sujeitas ao chamado “efeito memória”.

Contudo, uma recarga parcial é algo recomendado para prolongar a vida útil das baterias de lítio, de acordo com um novo estudo publicado pela Battery University.

Por que a bateria de lítio envelhece?

Antes de conferirmos algumas dicas para preservar a vida útil da bateria do seu dispositivo, trago-lhes um pouco de contexto: embora as baterias de íons de lítio não viciem, elas perdem o desempenho ao longo do tempo.

De modo geral, a vida dos íons de lítio das baterias pode suportar entre 300 e 500 ciclos de carga — um ciclo de carga se completa quando 100% da capacidade da bateria é descarregada. Num documento de suporte, a Apple cita que “uma bateria normal é desenvolvida para reter até 80% de sua capacidade original em 500 ciclos de carga completa ao funcionar sob condições normais”.

Publicidade

Embora uma bateria deva fornecer 100% da capacidade durante o primeiro ano de serviço, é comum ver capacidades inferiores às especificadas e a vida útil pode contribuir para essa perda.

Como prolongar a vida útil da bateria

Pensando nessa questão dos ciclos da bateria, retomo o que eu disse anteriormente sobre descarregar (e carregar) parcialmente o dispositivo. De acordo com o estudo, quanto menor for a descarga da bateria, mais tempo ela durará.

Sendo assim, seria interessante evitar descargas completas e recarregar a bateria com mais frequência entre os usos. Como dissemos, as baterias de íons de lítio não possuem memória e não precisam de ciclos de descarga completos periódicos para prolongar sua vida — a exceção pode ser uma calibração periódica do medidor de combustível da bateria.

Publicidade

Como exemplificado pela Battery University, é pior carregar uma bateria de íons de lítio que foi drenada de 100% a 25% do que mantê-la entre 75% e 65%, por exemplo — como visto no gráfico a seguir.

Quadro de carga e descarga de bateria

Além disso, os íons de lítio sofrem estresse quando expostos ao calor; segundo o estudo, temperaturas acima de 30°C já são consideradas elevadas para esse tipo de componente. Portanto, sempre que estiver muito quente, opte por não manter a capacidade da bateria no nível máximo (100%), uma vez que expor a bateria a altas temperaturas e permanecer com carga total por um longo período pode ser extremamente estressante para o dispositivo.

Outro grande fator que interfere na vida útil da bateria é a tensão do carregador que fornece energia ao dispositivos. No caso das baterias de íons de lítio, a tensão deve ser regular e em torno de 4,20V por célula — por isso a importância de usar acessórios genuínos e compatíveis com seu aparelho.

Conclusão

De forma bem resumida, você pode fazer o seguinte para ajudar a bateria do seu dispositivo a durar mais, segundo o estudo da Battery University:

  • Não mantenha a bateria totalmente carregada em dias muito quentes;
  • No caso de notebooks, sempre mantenha o fluxo de ar desobstruído para preservar os componentes internos e, é claro, a bateria;
  • Use carregadores com tensão recomendada (tensões muito altas ou baixas reduzem a vida útil da bateria);
  • Mantenha, preferencialmente, o dispositivo desconectado da alimentação enquanto estiver usando-o;
  • Para verificar a capacidade máxima da bateria do seu iPhone, acesse: Ajustes » Saúde da Bateria.

·   •   ·

Publicidade

Tem alguma outra dica? Conte-nos na seção de comentários abaixo!

dica do Márcio Rogério Filho

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…