Apple estuda condições de fábricas no Vietnã para expandir produção de iPhones no país

Trabalhadora em fábrica da Foxconn montando iPhone

Como muitos devem saber, a gigante de Cupertino possui uma cadeia de produção extensa, cujas fornecedoras estão situadas em diversos países. No entanto, grande parte da montagem de seus dispositivos continua “presa” à China.

Publicidade

Já há algum tempo, porém, a Apple busca reduzir essa “dependência” das fábricas chinesas (devido à guerra comercial com os Estados Unidos) e está investindo na expansão da sua linha de montagem. Nesse sentido, o Vietnã é um possível candidato para a fabricação de iPhones — o que não surge como uma surpresa, já que diversos fornecedores da companhia têm instalações no país.

Fato é que, de acordo com uma reportagem recente do VIIPIP, representantes da Apple visitaram fábricas da Luxshare para verificar a viabilidade da montagem do iPhone nessas instalações. Segundo as informações, a equipe da Maçã inspecionou o local para garantir que a fábrica comporte produções em larga escala e se as instalações cumprem com os regulamentos trabalhistas.

A Luxshare foi uma das várias empresas do Vietnã que buscou apoio financeiro da Apple para dar início à montagem de AirPods em 2019. De acordo com o gerente de relações exteriores da empresa, Tang Due Bang, a fábrica de 300.000 metros quadrados foi construída em apenas cinco meses, após o pedido da Maçã.

Publicidade

Ainda segundo Bang, o investimento da Luxshare nas suas instalações chegou a US$270 milhões e, embora já tenha 28.000 trabalhadores, eles precisarão aumentar esse número para 60.000 se conseguirem a aprovação para fabricar iPhones.

Enquanto isso, na Índia…

Como dissemos, a Maçã vem investindo tempo e dinheiro na expansão da fabricação do iPhone para além da China — e a Índia tem sido o país mais beneficiado por isso. Com o aumento da produção por lá, as parceiras da companhia precisam “se virar nos 30” para dar conta da demanda.

Nesse sentido, a Wistron, uma dessas empresas, está se preparando para contratar 10.000 novos funcionários para sua fábrica em Narasapura, onde alguns modelos de iPhones estão sendo fabricados. As informações são do The Indian Express.

Publicidade

O secretário do Departamento de Indústrias e Comércio da Índia, Gaurav Gupta, confirmou as contratações e comemorou a iniciativa da Wistron, apontando que eles “vão iniciar a produção em breve”.

Vale lembrar que, além da Wistron, a Foxconn e a Pegatron também se candidataram ao esquema de incentivo bilionário à produção na Índia, o qual visa aumentar as atividades manufatureiras no país.

via AppleInsider [1, 2]

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…