;Mark Zuckerberg

Não é novidade para ninguém que o Facebook não está nada feliz com a Apple — a empresa já manifestou em algumas ocasiões, por exemplo, sua insatisfação com as mudanças de privacidade do iOS 14. Hoje, entretanto, essa animosidade atingiu níveis inéditos.

Publicidade

De acordo com o BuzzFeed News, o CEO1 Mark Zuckerberg fez críticas severas à App Store durante uma reunião remota da empresa com participação de mais de 50.000 empregados e executivos. Zuck não poupou palavras, classificando a Apple como uma “dominadora que dita o que entra ou não nos smartphones” e a App Store como um ambiente que “inibe a inovação e a concorrência”.

Isso tudo é inovação que poderia estar melhorando a vida das pessoas. E a Apple está se interpondo a ela.

O (ex-)menino-prodígio afirmou ainda que a loja da Maçã “cobra aluguel de monopólio” e colocou-se ao lado da Epic na batalha judicial contra a gigante de Cupertino. Nas palavras dele, a tentativa da Apple de remover a desenvolvedora da sua plataforma seria “problemática” e “extremamente agressiva”.

O executivo citou ainda outros casos recentes em que a Apple, na visão dele, teria excedido seu papel de mantenedora de uma loja de aplicativos — como a rejeição de uma versão inicial do Facebook Gaming porque o aplicativo trazia alguns minijogos internos, ou a exigência de que a rede removesse um aviso falando sobre as taxas da App Store.

Publicidade

No fim das contas, fica claro que a Apple está se isolando no seu lado da briga e concorrentes cada vez mais fortes se juntam no campo opositor. Obviamente, a Maçã tem todas as condições de enfrentar a barra sozinha, mas teremos de ver o efeito desse imbróglio todo na opinião pública.

via 9to5Mac

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…