Messenger limita encaminhamentos para impedir a disseminação de fake news

O Facebook anunciou hoje a restrição no número de encaminhamentos de mensagens na sua plataforma Messenger, em uma tentativa de impedir a disseminação de fake news — algo bem semelhante ao limite que o WhatsApp possui há algum tempo.

Publicidade

Até então, era possível encaminhar uma mesma mensagem para 150 contatos de uma só vez, o que torna muito fácil e rápida a disseminação de notícias falsas. Com a nova restrição, não será possível encaminhar uma mensagem para mais de cinco pessoas.

O Facebook afirmou que a medida fornecerá “mais uma camada de proteção ao limitar a disseminação de desinformação ou conteúdos prejudiciais”, dizendo ainda acreditar que manterá as pessoas mais seguras online.

Pensando nas eleições americanas que acontecerão neste ano, a plataforma também anunciou novas medidas voltadas especificamente para o período eleitoral, como remover notícias que as pessoas não devem ir votar devido à COVID-19, direcionar usuários para sites de apuração de votos confiáveis, entre outros.

O CEO1 do Facebook, Mark Zuckerberg, comentou as medidas:

Essa eleição não será tão usual. Todos nós temos a responsabilidade de proteger nossa democracia. Isso significa ajudar as pessoas a se registrar e votar, esclarecendo a confusão sobre como as eleições vão funcionar e tomando medidas para reduzir as chances de violência e agitação.

O limite no encaminhamento está sendo lançado no Messenger para iOS e Android.


Ícone do app Messenger

Messenger

de Facebook, Inc.

Compatível com iPadsCompatível com iPhonesCompatível com Apple Watches
Versão 282.0 (91.4 MB)
Requer o iOS 9.0 ou superior

via The New York Times

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…