Apple perdeu US$180 bilhões em valor de mercado em um dia Mesmo com a queda, a empresa ainda vale mais de US$2 trilhões

Gráfico de ações

Quem acompanha diariamente o MacMagazine percebeu que, nas últimas semanas, as ações da Apple estavam com um desempenho incrível, batendo recorde atrás de recorde. Mas a gente sabe que, dá mesma forma que as coisas sobem, elas descem.

Publicidade

Na terça-feira passada, a $AAPL atingiu seu ápice, valendo US$134,18 — o que levou a Maçã a um market cap de US$2,295 trilhões. Só que ontem (quinta-feira) o tombo foi grande, de respeitáveis 8,01%. E, quando isso acontece com um “transatlântico” como a Apple, os números são absurdos.

De uma forma geral, a quinta-feira foi um dia de fortes quedas para empresas do setor de tecnologia. Mas falando especificamente da Maçã, ela perdeu quase US$180 bilhões em valor de mercado, o que se tornou a maior perda diária para qualquer companhia na história — segundo o Barron’s, o recorde anterior pertencia à Volkswagen, que em outubro de 2008 perdeu US$153 bilhões em valor de mercado num dia.

Essa foi a pior queda da empresa desde 16 de março (basicamente no “começo” da pandemia do novo Coronavírus), quando seus papéis recuaram 12,9%.

Publicidade

Mesmo com essa baita escorregada, as ações da Maçã ainda estão num patamar 2x mais alto se comparado ao fim de março. Além disso, o market cap da companhia continua acima dos US$2 trilhões — com o fechamento do pregão de hoje na NASDAQ (+0,07%; US$120,96), ele está exatamente em US$2,069 trilhões.

Veremos como será essa montanha-russa na semana que vem. 🎢

via MacRumors

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…