Epic Games pede ao tribunal que obrigue Apple a colocar Fortnite de volta na App Store

Uma semana após a Apple encerrar a conta da Epic Games e efetivar a retirada de Fortnite da App Store, a desenvolvedora entrou hoje com um novo pedido preliminar no tribunal solicitando que a punição seja revertida.

Publicidade
Hoje pedimos ao Tribunal que pare com a retaliação da Apple contra a Epic por ousar desafiar suas restrições ilegais enquanto nosso caso antitruste prossegue. Este é um passo necessário para libertar consumidores e desenvolvedores do controle anticompetitivo e despendioso da Apple. cdn2.unrealengine.com/2020-09-04—…

No documento, a Epic mais uma vez alega que a atitude da Apple seria uma “retaliação” pela sua campanha contra as políticas da App Store e que, sem uma injunção preliminar, ela “sofrerá danos irreparáveis”.

Eis o que a Epic diz:

Hoje pedimos ao Tribunal que impeça a Apple de retaliar a Epic por ousar desafiar a má conduta da Apple enquanto nosso caso antitruste prossegue. A Apple é uma monopolista e enfrentá-la é um passo necessário para libertar consumidores e desenvolvedores das restrições ilegais que a Apple impôs sobre a distribuição de aplicativos e o processamento de pagamentos em aplicativos no iOS. Por muito tempo, desenvolvedores não se manifestaram porque temem a retaliação da Apple. As ações recentes da empresa mostram que, se você desafiar o monopólio da Apple, a Apple tentará destruir o seu negócio. Estamos empenhados em nos manifestar e garantir um custo mais baixo e acesso competitivo para todos.

Ainda de acordo com a empresa, o número de jogadores ativos em Fortnite para iOS despencou 60% desde que o game foi retirado da App Store — e que essa era a maior plataforma do jogo, com 116 dos seus 350 milhões de usuários registrados ao todo.

Publicidade

A próxima audiência do caso está marcada para 28 de setembro. Veremos se algo muda nos próximos dias.

via Engadget

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…