Leitores mais atentos lembrar-se-ão que, um ano atrás, o Galaxy Note10+ bateu por pouco o iPhone 11 Pro Max no famoso teste de velocidade do PhoneBuff. Portanto, rezaria a lógica que o seu sucessor, o superpoderoso Galaxy Note20 Ultra, faria um estrago em relação ao flagship — já de um ano de idade — da Maçã, certo? Bom… não exatamente.

Publicidade

O PhoneBuff colocou os dois aparelhos frente a frente e o resultado, embora positivo, não foi muito diferente daquele visto no ano passado. Enquanto o Note10+ terminou as duas “voltas” do circuito seis segundos à frente do iPhone, o Note20 Ultra finalizou o teste 13 segundos antes do adversário.

No geral, o veredito dos testes continua sendo o mesmo: o iPhone se beneficia de uma melhor otimização de aplicativos e de um processador impressionante — o A13 Bionic, mesmo já com um ano de idade, quase equipara-se em performance em relação ao novíssimo (e topo-de-linha) Snapdragon 865+, da Qualcomm.

Entretanto, o triplo de RAM no aparelho da Samsung (12GB contra 4GB) faz toda a diferença, já que o Galaxy garantiu a vitória ao manter todos os aplicativos abertos na memória e passar pela segunda “volta” tranquilamente. O iPhone, por sua vez, precisou recarregar alguns dos apps — o que indica que, ainda que o iOS tenha um gerenciamento de RAM melhor que o do Android, talvez esteja na hora de a Apple aumentar esses 4GB — e rumores indicam que sim, os modelos “Pro” deste ano passarão para 6GB.

Vamos aguardar, agora, os testes do Note20 Ultra com o futuro “iPhone 12 Pro Max”. Será que o cenário vai ficar muito diferente?

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…