Sabe o que acontece quando você chupinha o design de um produto cujo nome já praticamente virou sinônimo de “fones de ouvido sem fio”?

Publicidade

Bem, pode ser que uma carga sua seja apreendida por engano. Sim, foi isso que aconteceu recentemente no Aeroporto Internacional John F. Kennedy, em Nova York (Estados Unidos), com cerca de 2.000 unidades de fones OnePlus Buds.

Oficiais da alfândega americana apreenderam a carga achando que se tratavam de “AirPods falsificados”, avaliados em US$398 mil “se fossem genuínos”. Já podem rir.

A OnePlus até tentou levar a história na brincadeira, pedindo-os “de volta”, mas o estrago já está feito e é mais um ótimo exemplo de quão vergonhoso é roubar propriedade intelectual alheia.

Para quem acompanha muito o mundo tecnológico, o nome da OnePlus pode até já ser conhecido. Mas, para a grande massa, ela ainda tem uma marca muito fraca — especialmente nos EUA.

Publicidade

A carga foi apreendida pela U.S. Customs and Border Protection (CBP) no dia 31 de agosto passado, e estava indo de Hong Kong para o estado de Nevada.

via TechCrunch

Atualização, por Eduardo Marques 14/09/2020 às 19:15

E o caso ganhou novos contornos com a alfândega americana afirmando que os fones violam marcas registradas da Apple.

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…