Supostos benchmarks do “iPhone 12 Pro Max” revelam chip A14 Bionic, 6GB de RAM e performance… decepcionante?

Render do "iPhone 12 Pro Max"

Os novos iPhones atrasaram e isso não é uma novidade. Embora eles possam ser anunciados a qualquer momento nos próximos meses, tudo indica que alguém infiltrado no processo de produção/testes dos dispositivos botou as mãos no futuro flagship da Maçã, o “iPhone 12 Pro Max”.

Publicidade

Digo isso pois, há pouco, surgiram *supostos* resultados de testes com esse modelo na ferramenta de benchmarking chinesa AnTuTu, os quais revelam algumas informações muito especuladas — como a performance do futuro iPhone topo-de-linha e suas especificações.

Os benchmarks “confirmam” que os “iPhones 12” serão equipados com o chip A14 Bionic, introduzidos com o novo iPad Air; como sabemos, esse processador é feito a partir de um processo de 5 nanômetros. Além disso, o alegado “iPhone 12 Pro Max” já roda uma beta do iOS 14.1 e possui 6GB de RAM1, além de 128GB de armazenamento interno.

Os resultados foram divulgados pelo leaker Ice Universe, que os comparou com os do iPhone 11 Pro Max. De antemão ele disse ter se decepcionado, já que os supostos supostos resultados do A14 Bionic não conseguiram ultrapassar aqueles obtidos pelo chip Snapdragon 865+, da Qualcomm.

O AnTutu expôs os resultados do “iPhone 12 Pro Max”, e o desempenho do [chip] Apple A14 foi decepcionante. Essa pontuação é ainda mais baixa do que no Snapdragon 865+.

De acordo com os resultados do AnTuTu, o “iPhone 12 Max Pro” fez 572.333 pontos no teste geral — possivelmente a pontuação mais alta de todos os modelos de iPhone até hoje. Comparavelmente, o iPhone 11 Pro Max pontuou 524.436 no mesmo teste.

Os testes de CPU2 e GPU3 do “iPhone 12 Max Pro” marcaram 167.527 e 222.071 pontos, respectivamente — as quais também são maiores do que as pontuações obtidas pelo chip A13 Bionic do iPhone 11 Pro Max.

Embora esses resultados possam indicar uma possível vantagem do chip Snapdragon 875+ sobre o A14 Bionic dos “iPhone 12”, é aconselhável e altamente recomendado não se basear nessas informações. Somente depois que a Apple lançar os novos iPhones (e eles estiveram rodando uma versão oficial do iOS 14) poderemos comparar, com propriedade, a performance dos novos dispositivos com as gerações passadas e entre outros modelos concorrentes.

Opiniões preliminares?

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…