Até agora, o iPhone 11 Pro Max sofreu nas mãos do Galaxy Note20 Ultra, novo topo-de-linha da Samsung, em dois comparativos do PhoneBuff: o de velocidade e (principalmente) o de resistência. Agora, finalmente, o aparelho da Maçã conquistou um ponto perante o rival — como era de se esperar, no quesito bateria.

Publicidade

O teste, realizado como de costume com o robô do PhoneBuff, colocou os dois aparelhos para rodarem ciclos de uma hora em vários aplicativos e processos — navegando pelo Instagram, jogando jogos, assistindo a vídeos, explorando a web, usando o Snapchat ou mesmo com a tela desligada.

No fim das contas, o aparelho da Maçã sobreviveu mais de duas horas extras em relação ao adversário: o Note morreu após 24 horas e 55 minutos de teste (sendo 16 delas em stand-by), enquanto o iPhone resistiu por 27 horas e 5 minutos (também com 16 horas de tela bloqueada).

Tretas à parte, o resultado não chega a ser inesperado: apesar de ter uma bateria um pouco maior (4.500mAh contra 3.969mAh), o Note tem uma tela também maior — e, mais importante, com taxa de frequência de 120Hz, algo que o iPhone não tem (e provavelmente continuará não tendo) e que exige bastante da bateria do aparelho. Além disso, o iOS tradicionalmente tem um gerenciamento energético melhor do que o Android (embora o vão entre os dois esteja se estreitando).

Publicidade

Vamos ver, agora, como serão os resultados quando o Note20 Ultra for colocado frente a frente com o futuro “iPhone 12 Pro Max”. Será que a Apple vai tomar a dianteira geral novamente?

dica do @hmhmkkk

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…