Desmonte do Apple Watch Series 6 revela bateria maior e confirma retirada do Force Touch [atualizado: vídeo] O oxímetro, por sua vez, é basicamente impenetrável

Desmonte do Apple Watch Series 6 (iFixit)

Perpetuando o ciclo de eventos que se sucede a cada lançamento da Maçã, a iFixit liberou hoje o seu desmonte do Apple Watch Series 6. Vamos às descobertas, portanto.

Publicidade

Para início de conversa, a confirmação daquilo que todo mundo já sabia: o novo relógio descarta completamente todo o hardware necessário para o funcionamento do Force Touch — o que é óbvio, já que o watchOS 7 retirou o suporte à camada extra de interação, substituindo-a por toques longos e menus secundários.

Desmonte do Apple Watch Series 6 (iFixit)

Embora a saída do Force Touch seja motivo para se lamentar, ela proporcionou algumas vantagens para o novo Apple Watch: o relógio ficou um tiquinho mais fino (10,4mm contra 10,74mm do Series 5) e mais fácil de se abrir, já que não temos aqui os componentes de vedação necessários para o funcionamento da tecnologia.

Além disso, o relógio ganhou uma bateria um pouco maior — no caso do modelo de 44mm, o componente tem 1,17Wh, 3,5% maior que no Series 5. O modelo de 40mm tem uma bateria de 1,024Wh, um crescimento de 8,5% em relação ao antecessor. Vale notar que, apesar disso, a Apple divulga durações de bateria similares nas duas gerações.

O design interno do Watch também foi simplificado, com menos cabos e conectores internos, e o Taptic Engine (o motor vibratório do relógio) está maior — mas não sabemos se a mudança de tamanho representará alguma diferença prática nas respostas táteis do aparelho.

Desmonte do Apple Watch Series 6 (iFixit)

Os demais componentes internos são quase impossíveis de se explorar: o chip S6 é coberto por resina endurecida, e o novo oxímetro é duplamente soldado — à tela (na parte de cima) e ao módulo de sensores (na parte de baixo). Por conta disso, foi impossível abrir o componente, já que os intrépidos desmontadores não conseguiriam encontrar nada além de peças quebradas caso isso fosse feito.

No fim das contas, o Apple Watch Series 6 ganhou nota 6/10 (heh) no índice de reparabilidade da iFixit. A empresa apontou que a troca da bateria e da tela são processos difíceis, porém realizáveis; ao mesmo tempo, eles criticaram o fato de que vários componentes e cabos flex são soldados à placa, dificultando reparos e substituições.

Atualização, por Rafael Fischmann 23/09/2020 às 13:16

A iFixit agora postou um vídeo do teardown:

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…