Fiery Feeds no iPad

Recentemente, a Apple removeu alguns aplicativos de leitura de feeds da App Store chinesa para “cumprir regulamentações governamentais destinadas a bloquear conteúdo ilegal no país”, como noticiado pelo Daring Fireball.

Publicidade

Contudo, a remoção desses apps na China só veio (ou melhor, voltou) à tona após os populares apps de RSS1 Reeder e Fiery Feeds responderem a um tweet de 2017 do Inoreader sobre a então remoção deste app da loja chinesa.

A postagem original da Inoreader explica que a equipe de revisão da App Store informou que o leitor de RSS estava sendo removido da loja porque continha “conteúdo que é ilegal na China”.

Recebi a mesma mensagem hoje. O Fiery Feeds agora não está mais disponível na App Store chinesa também.
O mesmo aqui. O Reeder 4 (iOS) também foi removido da App Store chinesa.

Não é exatamente uma surpresa que o governo chinês está proibindo a distribuição de apps de notícias por lá — o que chama a atenção, porém, é o “hiato” de praticamente três anos entre a remoção do Inoreader e dos apps Reeder e Fiery Feeds.

Esse é o último movimento da China para controlar o que é distribuído na App Store e obter um controle mais rígido sobre o que pode ser oferecido aos consumidores no país. Vale lembrar que, em agosto passado, a Apple cumpriu ordens do governo chinês e removeu mais de 30.000 apps não-licenciados da sua loja em um único dia.


Desculpe, app não encontrado.


Ícone do app Fiery Feeds: RSS Reader

Fiery Feeds: RSS Reader

de Lukas Burgstaller

Compatível com iPadsCompatível com iPhones
Versão 2.4.1 (54.7 MB)
Requer o iOS 13.0 ou superior
Taggeado:

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…