Analista prevê “iPhones 13” com telas de 120Hz e novo iPhone SE com câmera dupla em 2022 Com 2020 já fechado, hora de olharmos para mais além

Parte superior de um iPhone X com notch

Com os segredos dos “iPhones 12” já basicamente revelados, é hora de a indústria dos rumores voltar suas atenções para a geração seguinte de smartphones da Maçã (e além). Hoje, quem acrescentou seus dois centavos foi o analista Ross Young, especializado no segmento de painéis — e que conta com boas fontes na cadeia produtiva dos iPhones.

Publicidade

Young basicamente confirmou o que todos nós já esperamos: as telas de 120Hz chegarão realmente em 2021, na família dos “iPhones 13”. Os modelos serão supostamente dotados da tecnologia ProMotion, a mesma já existente nos iPads Pro, e terão taxa variável de frequência — isto é, ativando os 120Hz somente em tarefas que realmente se beneficiem da taxa, para economizar bateria.

Para isso, de acordo com Young, os iPhones de 2021 adotarão a tecnologia LTPO1 nas telas, como já especulado. A tecnologia permite que os painéis sejam mais eficientes (energeticamente falando), com menor geração de calor.

O analista aposta que a linha dos “iPhones 13” será muito parecida com a dos “iPhones 12” — que, por sua vez, tem semelhanças com a dos atuais iPhones 11, mas com a adição de um modelo menor na base da família e alguns ajustes nos tamanhos de tela. Essa será a configuração da futura linha, segundo as fontes de Young:

De notável nas previsões, temos o fato de que a linha do “iPhone 13” continuará com uma (prevista) distinção na conectividade 5G: os modelos mais baratos permanecerão apenas com suporte às redes sub-6GHz, e somente os modelos Pro terão suporte também às redes mmWave, mais rápidas (e menos comuns).

As linhas também continuarão tendo duas câmeras traseiras (nos modelos mais baratos) ou três (nos “Pro”). Young não tem informações suficientes para cravar se os “iPhones 13” mais baratos virão com sensores LiDAR, como seus irmãos mais caros.

iPhone SE de terceira geração?

Mais notável, entretanto, é notar a previsão de Young quanto a um possível iPhone SE de terceira geração. De acordo com o analista, o futuro modelo será lançado apenas na primavera (do hemisfério norte) de 2022, com tela de LCD de 6,06 polegadas — muito maior que a atual, de 4,7″ — e câmera dupla.

O aparelho, segundo as previsões, não terá Face ID, continuando com um leitor de digitais, mas não sabemos se ele adotará o formato dos iPhones atuais, sem botão de início, ou se manterá a tela retangular tradicional. Agora que a Apple inaugurou o Touch ID no botão de liga/desliga, as possibilidades são muito maiores.

Publicidade

E aí, animados? 😁

via MacRumors

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…