Autor convidado

Filipe Lima

Administrador de empresas, formado na Pontifícia Universidade Católica do RS (PUCRS), amante de tecnologia e fanboy da Apple. Na sua opinião, OLED com Apple TV 4K é o casamento perfeito! Acredita que o streaming é o futuro da TV, e ainda há muito a evoluir nessa área.

O Globoplay é o serviço de streaming de vídeos brasileiro criado pelo Grupo Globo para concorrer com os grandes players do mercado no território nacional, como Netflix, Prime Video e HBO. Mas como ele se sai perante os seus concorrentes? Veja neste review!

Publicidade
App Globoplay na Apple TV

Ao contrário do que acontece com muitos aplicativos de streaming, o Globoplay não pede para o usuário fazer login imediatamente após a abertura. Pelo contrário: ele abre da mesma forma que abriria para um usuário que já está logado. Isso é um ponto muito positivo, pois permite que qualquer pessoa possa conhecer o serviço sem precisar se cadastrar antes.

Além disso, também é possível assiná-lo diretamente pela Apple TV, usando seu ID Apple. Caso já seja assinante, basta inserir o email e a senha da sua conta Globo na aba “Minha Conta” para iniciar a sessão.

O serviço possui suporte a múltiplos usuários, mas não da forma que você imagina. Em vez de criar um perfil para cada pessoa que usa o serviço dentro do aplicativo, o assinante que quiser incluir mais um usuário precisa enviar um convite para essa pessoa usando a sua conta Globo, e o usuário convidado deve aceitar o convite usando a sua própria conta — ou criando uma, caso não possua.

App Globoplay na Apple TV

A navegação pelo aplicativo é muito boa, e tudo roda de forma fluída na maior parte do tempo. O conteúdo é todo muito bem organizado, o que facilita bastante encontrar exatamente aquilo que o usuário quer assistir.

A aba “Início” mostra os principais destaques do serviço, enquanto a aba “Explorar” permite que você possa encontrar conteúdos em diferentes categorias. Há também uma aba para assistir a conteúdos da TV ao vivo, o que inclui não só o canal da Globo como também diversos canais (anteriormente chamados de canais Globosat, como Premiere, Combate e Futura). No entanto, o acesso a esses canais vai depender do pacote de serviços que o usuário contratou, bem como da área de cobertura.

Publicidade

Por algum motivo, caso o assinante tenha acesso a todos ou algum desses canais pela TV a cabo, não é possível assistir a eles pelo Globoplay, mesmo que tenha cadastrado os dados da sua operadora na mesma conta Globo em que assina o serviço. O aplicativo pede para que você assista ao conteúdo usando outro aplicativo, como o Globosat Play Canais Globo — eu acredito que isso seja temporário e que, eventualmente, tudo será feito dentro de um aplicativo só.

App Globoplay na Apple TV

Conteúdo

O foco do serviço é principalmente em séries e conteúdos originais da Globo, o que inclui novelas, programas de TV e documentários. Há também sessões para conteúdo infantil, reality shows e outros. O serviço também conta com alguns filmes, mas o catálogo é bastante limitado já que os melhores ficam no Telecine, que também faz parte do Grupo Globo.

As séries não ficam restritas às originais da Globo, já que o Globoplay possui os direitos de exibir títulos de outros canais de TV internacionais — alguns com exclusividade no Brasil. Entre os principais sucessos, estão “The Big Bang Theory”, “The Good Doctor”, “The Handmaid’s Tale”, “Homeland”, “Manifest”, “Killing Eve”, “Nancy Drew” e “Bates Motel”.

App Globoplay na Apple TV

Para quem gosta de novelas, o serviço é um prato cheio pois possui catálogo de quase 100 títulos produzidos pela Globo, incluindo “Avenida Brasil”, “Fina Estampa”, “Anjo Mau”, “Senhora do Destino”, “O Rei do Gado”, “Laços de Família”, “A Indomada” e várias temporadas de “Malhação”. No entanto, é possível sentir a ausência de alguns títulos importantes como “O Clone”, “Roque Santeiro” e “A Viagem”.

E ainda, para quem possui acesso aos canais Globo, também é possível encontrar títulos e programas de TV exclusivos de cada um desses canais, além é claro de poder assistir a conteúdos ao vivo — entre os principais estão Multishow, GloboNews, SporTV e Universal.

Qualidade de streaming

A qualidade de streaming é decepcionante. Há tantas inconsistências que é até difícil escolher por onde começar. A qualidade máxima de imagem é 1080p (Full HD), mas há títulos que são limitados a 720p mesmo que estejam disponíveis em até 4K em outros serviços, como é o caso de “The Handmaid’s Tale”.

O serviço já teve suporte à resolução 4K no passado — inclusive, algumas séries originais da Globo eram exibidas nessa resolução, como “Ilha de Ferro” —, mas por algum motivo esse suporte não existe mais. E o mais estranho é que parte desse conteúdo agora também é limitado a 720p. 🤷‍♂️

Outra inconsistência é que alguns títulos rodam corretamente em seu frame rate e aspecto originais, mas outros são cortados para caber na tela inteira e, por algum motivo, rodam a 30 quadros por segundo, mesmo quando esse não é o frame rate correto. Em alguns desses casos, é possível notar uma interpolação na imagem que não pode ser desligada pelo usuário.

O bitrate é muito baixo em praticamente todos os títulos, mesmo nos originais da Globo. E não é como se isso fosse uma prevenção para evitar que o vídeo trave devido a uma internet inconsistente, já que, quando há uma perda maior de dados, o vídeo continua rodando. Também não parece haver suporte a áudio 5.1 ou maior, já que todos os títulos que testei sempre rodaram com áudio estéreo.

Vale a pena?

App Globoplay na Apple TV

O plano padrão do Globoplay custa R$22,90 por mês, ou 12x de R$19,90 caso o usuário opte pelo plano anual. Caso o assinante queira incluir os canais ao vivo, o valor passa para R$49,90 por mês ou 12x de R$42,90 para o plano anual.

Os valores são bem razoáveis, considerando o conteúdo oferecido. O grande problema aqui é que a qualidade de streaming deixa muito a desejar e, devido ao baixo bitrate, os canais ao vivo possuem uma qualidade de imagem muito melhor na TV a cabo do que no aplicativo.

Foi possível ver que, ao longo do último ano, a Globo parece ter feito um esforço enorme para promover e aprimorar o seu serviço, inclusive adicionando suporte ao aplicativo TV, o que me leva a crer que eventualmente eles possam corrigir os problemas com a qualidade do streaming. Mas, até lá, prefiro não indicá-lo para a maioria das pessoas. Assim como no caso do Telecine, o Globoplay só vale a pena para quem se importa muito mais com o conteúdo do que com a qualidade de imagem.

·   •   ·


Ícone do app Globoplay

Globoplay

de GLOBO COM. E PART. S/A

Compatível com iPadsCompatível com iPhonesCompatível com Apple TV
Versão 3.74.0 (128.2 MB)
Requer o iOS 11.0 ou superior
Screenshot do app GloboplayScreenshot do app GloboplayScreenshot do app GloboplayScreenshot do app GloboplayScreenshot do app GloboplayScreenshot do app GloboplayScreenshot do app GloboplayScreenshot do app Globoplay

Ficha Técnica

  • Aplicativo: Globoplay
  • Conteúdo: séries, novelas, filmes e canais ao vivo
  • Resolução máxima: Full HD
  • Múltiplos usuários? Sim
  • Oferece suporte ao app TV? Sim
  • Seleção de conteúdo via Top Shelf? Não
  • Preço: a partir de R$22,90 por mês

Apple TV 4K

Apple TV 4K

de Apple

Preço à vista: a partir de R$2.069,10
Preço parcelado: em até 12x de R$191,58
Lançamento: setembro de 2017 (5ª geração)

Botão - Comprar agora

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…