Spotify quer bloquear apps que transfiram playlists para serviços como o Apple Music

Logo do Spotify em MacBook Pro

Sabe o Spotify, aquele que está se juntando a outras empresas contra um suposto monopólio da Apple com a sua App Store? Pois bem: “pimenta no dos outros”, vocês entendem.

Publicidade

A desenvolvedora do SongShift, software que permite transferir bibliotecas de músicas/playlists entre serviços de streaming, revelou durante o último final de semana que teve que retirar essa função para usuários do Spotify.

Eles dizem:

A equipe da plataforma de desenvolvedores do Spotify entrou em contato e nos informou que precisaríamos remover a transferência de seu serviço para um serviço de música concorrente ou ter nosso acesso à API revogado devido à violação de TOS. Embora esta não seja a notícia que gostaríamos de ouvir, respeitamos sua decisão.

Resumidamente, o Spotify está ameaçando bloquear apps que permitam transferir suas playlists para serviços concorrentes, como o Apple Music, o YouTube Music, o Deezer e outros.

Publicidade

Por um lado, o contrato do Spotify com desenvolvedores de fato impede a transferência de conteúdos do Spotify para outros serviços. Por outro, sua política de privacidade, já de acordo com o Regulamento Geral sobre a Proteção de Dados (RGPD) da União Europeia, dá direito de “portabilidade de dados” a todos os seus usuários.

A versão 5.1.2 do SongShift, portanto, remove a funcionalidade para não correr risco de ter seu acesso ao SDK do Spotify banido. Tudo continua funcionando, como sempre, para outros serviços.

É… 🤷🏼‍♂️

via Wccftech

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…