Normalmente, em grandes eventos de lançamento de novos produtos (especialmente de novos iPhones), a imprensa convidada ao Apple Park — ou qualquer outro local — tem acesso posterior a uma área de hands-on com eles.

Publicidade

Com tudo acontecendo virtual/remotamente este ano, as coisas estão se desenrolando de maneiras bem diferentes. Agora, dois dias após o anúncio da linha iPhone 12, o primeiro veículo de imprensa que teve acesso aos novos aparelhos foi o programa “Good Morning America”, da ABC News.

A repórter Becky Worley recebeu da Apple um iPhone 12 e um iPhone 12 Pro, ambos na nova cor azul (primeira vez que os vemos fora dos vídeos promocionais oficiais), bem como um dos novos acessórios MagSafe — uma “carteira” que se acopla à traseira do aparelho.

Claramente tudo ali foi bem “ensaiado” e combinado com a Apple para destacar as principais novidades dessa geração, mas eles não deixaram de questionar a empresa sobre a retirada dos fones de ouvido e do carregador de parede da caixa.

Publicidade

Kaiann Drance, vice-presidente de marketing do iPhone, respondeu o seguinte:

Já há tanta coisa no telefone. Há muitos motivos incríveis para isso, e achamos que é um bom preço por tudo isso. Mas, pelos outros motivos que mencionei […] muitas vezes as pessoas já têm essas coisas, e estão largadas em suas casas. Talvez tenham vários desses. Portanto, foi a coisa certa a se fazer em termos de objetivos ambientais mais profundos.

Ou seja, o mesmo blábláblá de sempre que até faz sentido do ponto de vista ambiental, mas só seria realmente justo com consumidores se a Apple tivesse abatido o custo dos dois acessórios do produto — o que ela não fez. Então, na prática, a empresa aumentou a sua margem de lucro sob esse ponto de vista com uma justificativa que ninguém engole.

Oh, well…

via iPhone Hacks

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…